acessibilidade

Início do conteúdo da página

Projeto Pedagógico



Perfil do Egresso

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA
 
 Curso de Graduação em Engenharia Agrícola
Título Conferido: Bacharel em Engenharia Agrícola
Modalidade de Ensino: Presencial
Turno de Funcionamento: Integral (matutino e vespertino, de segunda a sábado)
Tempo Mínimo de Integralização: 9 semestres / 4,5 anos;
Tempo ideal  de Integralização: 10 semestres / 5 anos;
Tempo Máximo de Integralização: 15 semestre / 7,5 anos.
 
Email: engenhariaagricola@ufgd.edu.br
Telefone: (67) 3410-2432
 
DESCRIÇÃO
O curso de Engenharia Agrícola da UFGD visa atender o objetivo geral de formar profissionais com capacitação superior nas áreas de Engenharia Mecânica, Civil, Elétrica e da Agronomia para atuar junto aos meios de produção, pesquisa, ensino e extensão agropecuários e agroindustrial, por meio da aplicação dos fatores de produção, visando ao aumento da produtividade e da eficiência das atividades que atenda aos interesses sócio-econômicos da comunidade em que estiver inserido.
As atividades do profissional incluem o diagnóstico, o planejamento, o projeto, a avaliação de impactos econômicos, ambientais e sociais, decorrentes de sistemas envolvendo energia, transporte, estruturas e equipamentos nas áreas de irrigação e drenagem, construções rurais e ambiência, eletrificação, máquinas e implementos agrícolas, agricultura de precisão, mecanização agropecuária e agroindustrial, automação e otimização de sistemas, processamento e armazenamento de produtos agrícolas, tratamentos de resíduos e saneamento. O profissional atua também no controle da poluição, na conservação e no planejamento ambiental, gestão de recursos hídricos, análise de susceptibilidade e vocações naturais do ambiente, elaboração de estudos de impactos ambientais, proposição, implementação e monitoramento de medidas mitigadoras e ações ambientais.
Ao Engenheiro Agrícola compete desempenhar as atividades e resolver problemas de engenharia que afetam o desenvolvimento rural, referentes à aplicação de conhecimentos científicos e tecnológicos necessários ao avanço da ciência e à solução de problemas relacionados a sistemas agrícolas, agropecuários e agroindustriais.
 
PERFIL PROFISSIONAL DO EGRESSO
 
A formação é embasada nas ciências exatas e tecnológicas, com formação específica em Engenharia de Água e Solo, Gestão de Recursos Hídricos e Ambiental, Máquinas e Mecanização Agrícola, Construções Rurais e Agroindustriais, Energia na Agricultura e Agroindústria e Processamento de Produtos Agrícolas e com capacidade e senso crítico suficiente para promover a readequação e transformação da realidade agroindustrial da região frente à evolução científica e tecnológica e de utilizar e gerar conhecimentos com vista à modernização agroindustrial e pecuária, bem como solucionar os problemas de engenharia relacionados com produção, que envolve energia, transporte, sistemas estruturais e equipamentos;
O egresso será capaz de utilizar e desenvolver tecnologia voltada ao setor agrícola, pecuário e agroindustrial com critério e rigor técnico-científico através de adoção de técnicas, procedimentos científicos e equipamentos de forma racional do ponto de vista da conservação ambiental e da promoção da qualidade de vida, buscando a produtividade e o progresso com qualidade e eficiência, sem desrespeitar as leis naturais e cíveis. Capacitados a exercer as atribuições legais e preparado para definir alternativas de mecanização e explorações da terra segundo as oportunidades de mercado, potencial produtivo, uso dos recursos, diversificações e agregação de valores.
Sua formação envolve conhecimentos econômicos, ecológicos e sociais para compreender o meio rural e promover o equilíbrio desses fundamentos, contemplando:

  • Projetar, coordenar, analisar, fiscalizar, assessorar, supervisionar e especificar técnica e economicamente projetos agroindustriais e do agronegócio, aplicando padrões, medidas e controle de qualidade;
  • Realizar vistorias, perícias, avaliações, arbitramentos, laudos e pareceres técnicos, com condutas, atitudes e responsabilidade técnica e social, respeitando a fauna e a flora e promovendo a conservação e/ou recuperação da qualidade do solo, do ar e da água, com uso de tecnologias integradas e sustentáveis do ambiente;
  • Promover a padronização, mensuração e controle de qualidade;
  • Atuar em atividades docentes no ensino técnico profissional, ensino superior, pesquisa, análise, experimentação, ensaios e divulgação técnica e extensão.

Para acessar o Projeto Pedagógico  do Curso CLIQUE AQUI


Fim do conteúdo da página