acessibilidade

Início do conteúdo da página

Abril
29
2020

Projeto de extensão divulga informações pelo fim da violência contra as mulheres

  Atualizada: 29/04/2020

nós por todas

 

 
O projeto de extensão Nós por Todas, formado por professora e estudantes dos cursos de Relações Internacionais e de Psicologia da UFGD, está produzindo conteúdo informativo para as redes sociais e para a elaboração de uma cartilha, com objetivo de promover ações que contribuam para o fim das diversas formas de violência contra as mulheres. 
 
Neste período de distanciamento social para prevenção da covid-19, as extensionistas estão preparando uma série de materiais de divulgação sobre a temática. O primeiro deles foi o boletim intitulado "NÃO podemos nos calar: a pandemia da covid-19 e o aumento de violência doméstica", com informações sobre os casos e a publicação dos canais de denúncia e proteção do Brasil e do Mato Grosso do Sul.
 
O boletim foi enviado para os e-mails dos servidores da UFGD e outros materiais serão disponibilizados nas páginas das redes sociais: @femini_insta (Instagram) e Nós por todas Projeto de Extensão da UFGD (Facebook). A intenção é postar conteúdos semanalmente, em formatos diversos, como boletins informativos, vídeos, indicações de livros, filmes e podcasts.
 
Nas redes sociais, o projeto busca interagir, principalmente, com pessoas que possam multiplicar as publicações dos instrumentos de combate à violência de gênero. Dessa forma, a rede de apoio em tempos de distanciamento social pode ser ampliada. 
 
Posteriormente, uma cartilha impressa será feita para difusão da rede de apoio às mulheres em situação de violência, a ser distribuída nas oficinas e rodas de conversa que o projeto irá organizar após a pandemia.  
 
O projeto Nós por Todas está em fase de novos contatos e restabelecimento de parcerias. No momento, tem parceria com o Centro Acadêmico de Relações Internacionais Celso Amorim, o Centro Acadêmico de Direito da UFGD Águia de Haia e a Cátedra Sérgio Vieira de Mello da UFGD. Ainda pretendem fomentar novas parcerias com outras organizações e órgãos, como, por exemplo, o NEDGS (Núcleo de Estudos Diversidade de Gênero e Sexual) e a Ouvidoria da UFGD, a fim de se tornar um meio de apoio a casos de assédio e violência de gênero institucional.  
 
SOBRE O PROJETO
 
Quem quiser participar do Nós por Todas pode fazer a seleção de novas integrantes, prevista para acontecer em breve, por meio de edital para ingresso de extensionistas. Tanto estudantes da UFGD quanto pessoas da comunidade em geral poderão inscrever-se.


O Nós por Todas é a continuidade do projeto de extensão Ação contra o Tráfico de Mulheres, que foi criado em 2014. Como o nome diz, o foco inicial era o tráfico de mulheres, no entanto, no ano de 2018, o cerne se tornou a violência de gênero. No entanto, mesmo com a mudança de nome, o projeto continua a discutir as particularidades da vida das mulheres na faixa de fronteira, marcada pela precariedade das políticas públicas que possibilitam grandes índices de violência de gênero.


Já o projeto Ação contra o Tráfico de Mulheres surgiu a partir de uma apresentação de trabalho feita em uma disciplina da graduação do curso de Relações Internacionais. Visto que a temática era de extrema relevância e necessidade, as alunas e professora envolvidas iniciaram os trâmites para que viesse a ser um projeto de extensão.
 
Nos quatro anos do projeto, o foco se tornou o combate à violência de gênero nas esferas pública e privada, com a discussão das diferentes formas de violência e a divulgação dos instrumentos legais para combatê-la. Busca-se, também, fortalecer a rede de apoio à mulher em situação de violência. 
 
 
CONTATO
e-mail: nosportodasprojeto@gmail.com
 

 

RODA DE CONVERSA

A roda de conversa sobre assédio na universidade foi a primeira atividade do projeto neste ano, realizada durante a recepção de calouros do curso de Relações Internacionais
 

 


Jornalismo ACS-UFGD




    Fotos