acessibilidade

Início do conteúdo da página

Junho
23
2020

Esclarecimento do HU-UFGD sobre suspensão temporária de acompanhantes na internação obstétrica

  Atualizada: 23/06/2020

Diante das circunstâncias e contingências geradas pelo contexto da pandemia de covid-19, considerando todas as especificidades da atenção ao parto e ao nascimento prestada pela maternidade do Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD), a gestão desta unidade hospitalar vem a público informar que ESTÁ SUSPENSA A ENTRADA E A PERMANÊNCIA DO ACOMPANHANTE DURANTE A INTERNAÇÃO HOSPITALAR DE GESTANTES, PARTURIENTES E PUÉRPERAS. 
 
Tal medida, em vigor desde a última quinta-feira (18), tem caráter TEMPORÁRIO e EMERGENCIAL diante do momento de ACELERAÇÃO DESCONTROLADA da covid-19 em Dourados, considerando que:
 
- O HU-UFGD é referência na macrorregião para gestação de alto risco, UTI neonatal, UCI neonatal, UTI pediátrica, e possui porta de urgência e emergência na linha materno-infantil, atendendo a demanda de 33 municípios;
 
- A maternidade do HU-UFGD é a única com atendimento SUS no município de Dourados;
 
- A maternidade do HU-UFGD atua acima da capacidade, enfrentando frequentemente a situação de superlotação (mesmo fora do contingenciamento da pandemia), perfazendo um total de atendimento em torno de 350 a 400 procedimentos obstétricos por mês;
 
- O HU-UFGD é referência para o atendimento dos casos de covid-19, ofertando leitos clínicos e de UTI em ala restrita, porém no mesmo prédio em que funciona a maternidade;
 
- Dourados é hoje o município com mais alta taxa de contaminação da covid-19, apresentando rápido e crescente número de casos, que já ultrapassam 1.800 confirmados;
 
- A presença de acompanhantes implica a dispensação extra de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), aumentando despesas e o consumo desses insumos imprescindíveis à segurança da assistência
 
Por esses motivos, o Comitê e o Subcomitê de Gerenciamento de Crises, instituídos para o enfrentamento à pandemia, combate e prevenção à disseminação da covid-19, optou pela medida de suspensão temporária dos acompanhantes de gestantes, parturientes e puérperas, visando a proteção dos pacientes e profissionais de saúde no ambiente hospitalar.

Dourados, 22 de junho de 2020.

Unidade de Comunicação do HU-UFGD