acessibilidade

Início do conteúdo da página

Abril
06
2020

​Acadêmicos de Agronomia da UFGD implantam sinalização horizontal nas Unidades Básicas de Saúde de Dourados

  Atualizada: 06/04/2020

A medida tem como finalidade delimitar a distância de segurança entre as pessoas que estiverem na fila aguardando pela vacinação contra a gripe

Bolsistas do Programa de Educação Tutorial (PET) do curso de Agronomia da UFGD estão colaborando com a manutenção das medidas de prevenção à covid-19 durante a vacinação contra a gripe em Dourados. Por meio de uma ação prática, que executa a sinalização horizontal nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do perímetro urbano, os estudantes demarcam no chão a distância que uma pessoa deve manter da outra enquanto estiver na fila aguardando pela imunização. A atividade foi iniciada na sexta-feira (02/04) e já alcançou onze postos de saúde.

Pela manhã, a sinalização ocorreu nas UBSs Seleta, Novo Horizonte, Parque do Lago II e Altos do Indaiá.  À tarde, outras sete unidades foram atendidas pela ação: Vila Rosa, Jardim Piratininga, Jardim Carisma, Jardim Maracanã, Jardim Ouro Verde, Chácara Caiuás e Vila Índio. Nos próximos dias, outras unidades terão a sinalização executada pelos acadêmicos.

O tutor do grupo, professor Walber Gavassoni, treinou previamente os acadêmicos sobre os cuidados a serem adotados na condução dos trabalhos. Todos receberam kits com máscara e luvas descartáveis e tiveram álcool em gel à disposição, fornecidos pelo Laboratório de Microbiologia Agrícola e Fitopatologia da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA) da UFGD.

A sinalização é feita com tinta spray, neste caso subsidiada pelo grupo PET, com marcações a cada dois metros e de acordo com as características de cada UBS, seguindo orientação do profissional responsável pela unidade. Grande parte do trabalho é realizado no ambiente externo.

A ação foi autorizada pelo Comitê Operativo de Emergência (COE) da UFGD e pela Secretaria Municipal de Saúde de Dourados. Segundo o estudante petiano Matheus Mendonça Bezerra, que participou da atividade na tarde de sexta-feira, era muito claro o semblante de gratidão e de apreço nos rostos das pessoas em todas as UBSs sinalizadas. Outros estudantes relataram a mesma reação em todos os postos visitados.

PREVENÇÃO

Nas Unidades Básicas de Saúde e em outros pontos de vacinação contra H1N1 é possível que haja aglomerações de pessoas que fazem parte dos grupos de risco. É sabido, ainda, que pessoas assintomáticas infectadas pelo novo coronavirus podem transmiti-lo por gotículas de saliva. A manutenção de distância de segurança entre as pessoas nas filas e em locais de atendimento, portanto, é essencial para reduzir o risco de transmissão do patógeno. Assim, o principal objetivo da implantação de sinalização horizontal é o de mitigar os riscos de infecção pelo novo coronavírus.

A equipe é composta pelos professores Walber Gavassoni e Lilian Bacchi, pelo técnico de laboratório Bruno Pontim e pelos acadêmicos Davi Souza Alves, Érica Alencar, Ivo Basso Junior, Maria Fernanda Cezaretto, Matheus Bezerra, Natalia Carvalho, Rafael Ferreira, Suziellen Nazzi e Willian Silva.

O PET Agronomia/UFGD foi criado em 1996 e desenvolve ações de ensino, pesquisa e extensão de maneira articulada. O grupo é composto por 12 acadêmicos bolsistas, seis não bolsistas e um professor tutor.

Jornalismo ACS/UFGD, com informações do PET Agronomia/UFGD
 

Acadêmicos de Agronomia durante sinalização nas UBS
Acadêmicos do grupo PET Agronomia durante sinalização
 

Sinalização em Postos de Saúde
Sinalização feita por acadêmicos mantém distância entre cidadãos 




    Fotos