-A A +A

Livros



Para comprar os livros de nosso catálogo entre em contato através do e-mail editora@ufgd.edu.br.



40 ANOS LETRAS/FACALE/UFGD: percursos, memórias em tempos e espaços (Áurea Rita Ferreira e Maria das Dores Marchi - Orgs.)

Neste livro são reunidos momentos da história dos 40 anos do curso de Letras da Universidade Federal da Grande Dourados – o fio da memória dá o tom ao texto. Constrói-se uma história, traça-se um trajeto percorrido pelo curso em três instituições de ensino superior – Universidade Estadual de Mato Grosso, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Universidade Federal da Grande Dourados. Reúnem-se depoimentos de professores, técnicos, alunos; mostram-se imagens de espaços por onde o Curso se moveu, se desenhou, revelam-se instantes acadêmicos clicados no deslizar dos 40 anos comemorados. A obra é fruto de um Projeto concebido pela Faculdade de Comunicação Artes e Letras/UFGD. Ano de publicação: 2012 R$: 30,00




A ALMA DO MST?: a prática da mística e a luta pela terra (Fabiano Coelho)

Este livro traz uma importante contribuição para o estudo da mística do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, ao longo de sua história, pelo autor ter o cuidado em apresentá-la como um dos fundamentos que sustentam as práticas e representações deste Movimento. A discussão se baseia tanto na abordagem dos referenciais teóricos inspirados na Teologia da Libertação quanto no modo como o próprio MST a trabalha em suas publicações e a produz em suas práticas, desde os primeiros Cadernos de Formação, entre outras fontes. Mas a contribuição desta obra não se limita à discussão da ação pastoral ou das publicações do Movimento, pois possibilita apreender os camponeses em sua diversidade e em meio às lutas, na sua mais ampla concepção, ao olhar para o desenho dos sem-terra e o seu desdobramento no cenário nacional. Ano de publicação: 2014 R$: 40,00




A América Latina Contemporânea(Guillermo Alfredo Johnson e Marcos Antonio da Silva - Orgs)

Esta coletânea procura contribuir para o conhecimento e aprofundamento de questões que são, ao mesmo tempo, brasileiras e latino-americanas diversificando os estudos sobre o Brasil e sua inelutável relação com América Latina sob diferentes enfoques e perspectivas. Nesse intuito aborda diversas temáticas que tem como objetivo compreender a heterogeneidade e as semelhanças do que conhecemos como América Latina, provinda de profissionais oriundos de diversas áreas. A construção de uma identidade coletiva, regional, para além das fronteiras nacionais, numa leitura descolonizada e abrangente da história aflora na contemporaneidade com insofismável urgência. Nessa dinâmica arena social, inscreve-se esta obra, como desejado réquiem às intolerâncias e opressões.




A CIDADE E A TRIBO SKATISTA: juventude, cotidiano e práticas corporais na história cultural (Leonardo Brandão)

Um estudo inovador, originário da dissertação de mestrado – “Corpos deslizantes, corpos desviantes: a prática do skate e suas representações no espaço urbano (1972-1989)” – primeira produção que toma o skate como objeto de estudo em um Programa de Pós-Graduação em História. Eis a origem desta publicação, cuja área de interesse é o skate sob o holofote da história cultural. Mais especificamente, focaliza-se em estruturar e pensar a cultura skatista a partir de suas práticas e representações produzidas no espaço urbano onde sujeitos sobre ‘carrinhos’ formaram identidades e deixaram marcas na ordem social contemporânea. Ano de publicação: 2011 R$: 30,00




A CONSTRUÇÃO DA FIGURA RELIGIOSA NO ROMANCE DE CAVALARIA (Márcia Maria de Medeiros)

O livro tem por objetivo traçar um paralelo demonstrativo da linha tênue que separa a cultura erudita da cultura popular no universo que envolve a Idade Média. Para tanto se pauta na análise de dois romances de cavalaria: O Merlim, de suposta autoria de Robert de Boron e A História de Melusina ou O Romance dos Lusignan de Jean D’Arras. A partir da análise dos dois textos, é possível entender o universo que cercava o pensamento dos homens e mulheres do medievo e o reflexo desse pensamento na história do Ocidente, perseguindo seus rastros até os dias atuais. Ano de publicação: 2009 R$: 30,00




A CULTURA COMO VIA DE APROXIMAÇÃO: a Missão Cultural Brasileira no Paraguai - 1952-1974 (Daniele Reiter Chedid)

Esta obra apresenta-nos uma história das relações políticas entre Brasil e Paraguai, no período de atuação da Missão Cultural Brasileira, problematizada e instigante. A autora aponta de forma brilhante como o Itamarati, tendo como pano de fundo as relações trilaterais na região (Brasil, Argentina e Paraguai) e os interesses brasileiros, utiliza-se a cultura no desenvolvimento da sua política com o Paraguai com o objetivo de construção de relações duradouras. Cria-se assim as condições para um novo olhar sobre o Brasil, como bem o demonstram as atuais relações entre os dois países e o entrelaçamento de interesses simbolizados na construção da Usina Hidrelétrica Binacional de Itaipu. Ano de publicação: 2014 R$: 30,00




A ESCRAVIZAÇÃO INDÍGENA E O BANDEIRANTE NO BRASIL COLONIAL: CONFLITOS, APRESAMENTOS E MITOS (MANUEL PACHECO NETO)

Manuel Pacheco Neto nos fala, nesta obra, sobre um aspecto pouco conhecido da história brasileira: a escravização dos índios. A escravização indígena e o bandeirante no Brasil colonial, publicada em 2015, rompe um silêncio que oculta as agruras vividas por uma população que aqui estava desde tempos ancestrais, bem antes da chegada dos portugueses, que, sem qualquer reserva, se arvoraram em donos da nova terra, uma terra que viria a ser colonizada sob a égide do etnocentrismo, ou seja, sob o signo do desrespeito, da imposição religiosa, da violência, da morte e da escravização. Este livro, alicerçado em documentos produzidos há vários séculos, assim como numa bibliografia que trata do passado colonial do Brasil, configura-se como uma contribuição ao preenchimento dessa lacuna imperdoável na historiografia convencional, que vem escamoteando, ao longo do tempo, a massiva escravização indígena levada a cabo pelas expedições bandeirantistas. Ano de publicação: 2015 R$:30,00.




A ESPECIFICIDADE DA AÇÃO AFIRMATIVA NO BRASIL: o caso do Centro Nacional de Cidadania Negra em Uberaba – MG (Márcio Mucedula Aguiar)

A problemática das desigualdades étnicorraciais sempre esteve presente no pensamento social brasileiro. O final da década de 90 marca um momento de inflexão, quando o Programa Nacional dos Direitos Humanos reconheceu a existência do racismo e da discriminação no Brasil e “acenou” para a possibilidade de criação de políticas específicas para reverter essas desigualdades historicamente construídas. Esta obra descreve de forma sintética as principais interpretações sobre as relações raciais no Brasil e discute a implementação das chamadas ações afirmativas no Brasil, levando em consideração as especificidades de nossas relações raciais. Ano de publicação: 2009 R$: 30,00




A IMAGEM DO ÍNDIO: discursos e representações (Rita de Cássia Pacheco Limberti)

Este trabalho de análise semiótica tem como objeto a Carta de Pero Vaz de Caminha e notícias do jornal “O Progresso”, da cidade de Dourados-MS, onde se situa a Reserva Indígena “Horta Barbosa”, dos índios guarani Kaiowá, uma das maiores do país. A análise identifica os procedimentos discursivos pelos quais a imagem do índio é produzida e reproduzida, enfatizando as questões enunciativas e semânticas. A Carta de Pero Vaz de Caminha estabelece-se como o lugar privilegiado da formação da imagem do índio, como a de um ser inferior e incapaz. As notícias do jornal “O Progresso” reproduzem os mesmos traços da imagem do índio produzida naquele documento, evidenciando um processo de reprodução contínuo e perene. Ano de publicação: 2012 R$: 40,00. 1ª edição esgotada




A PECUÁRIA BOVINA: no processo de ocupação e desenvolvimento econômico do Pantanal sul-mato-grossense - 1830-1910 (Paulo Marcos Esselin)

Este estudo procura discutir o papel desempenhado pela pecuária bovina no processo de ocupação e desenvolvimento econômico do Pantanal sul-mato-grossense. Investiga a origem dos primeiros bovinos introduzidos na Planície Fluvial, bem como as características do meio físico que permitiram excepcionais condições para operar a reprodução do rebanho. Colonos espanhóis e jesuítas a serviço da Coroa espanhola desempenharam papel relevante na difusão do criatório bovino no Pantanal sul e as condições ambientais da região dificultaram o desenvolvimento da agricultura, obrigando os pioneiros a lançarem mão da pecuária para garantir a sua subsistência. Esses rebanhos contribuíram para a instalação das primeiras indústrias de charque em solo mato-grossense. Ano de publicação: 2011 1ª Edição Esgotada




A QUIMERA DEMOCRÁTICA NA AMÉRICA LATINA: o Brasil sob o Império (Guillermo Johnson)

No marco histórico-estrutural da crise econômica do ajuste neoliberal, a presente análise se desdobra nos seguintes aspectos: identificar características comuns e especificidades dos processos democráticos adotados no conjunto dos países latinos da América, e as particularidades do caso brasileiro; elaborar a crítica dos limites da crítica ao neoliberalismo; analisar a relação existente entre a construção dos regimes democráticos na América Latina e a implantação da política neoliberal; analisar as possíveis relações entre a concepção democrática atualmente vigente e a aplicação das transformações que conduziram ao aprofundamento do desemprego em massa e à precarização e superexploração do trabalho. Ano de publicação: 2013 R$: 40,00




A RESERVA INDÍGENA KADIWÉU (1899-1984): memória, identidade e história (Giovani José da Silva)

A obra tem por tema central a construção física, social e simbólica da Reserva Indígena Kadiwéu, localizada ao norte do município sul-mato-grossense de Porto Murtinho. Inicia-se por desvelar a história dos ancestrais dos Kadiwéu, os Mbayá-Guaikuru, nos séculos XVI, XVII e XVIII e parte do século XIX. O objetivo passa a ser a percepção e o entendimento de como os Kadiwéu, ao longo do século XX, elaboraram internamente a delimitação de um espaço físico para viverem e quais estratégias foram adotadas pelo grupo que lhes garantiram a sobrevivência física e cultural até os dias atuais. Nesta elaboração estão presentes importantes elementos na construção do território para os indígenas, tais como a memória social e a identidade étnica, analisadas pelo autor em perspectiva histórica. Ano de publicação: 2014 R$: 30,00




A TEIA DO CONTAR NA NHECOLÂNDIA: a personagem lendária Mãozão (Áurea Rita Ferreira)

No tempo em que descansa de sua lida, o homem do Pantanal conta as façanhas de seu dia a dia. Enredada na teia desse contar, a autora foi atraída pela personagem do Encantado “Mãozão”, percebendo a relação dialógica entre ele e o Curupira, ser mítico que apresenta também com outras denominações, ambos ligados à preservação da natureza. Daí nasceu este livro, cuja importância reside não só no minucioso trabalho de identificação e valorização da produção cultural regional, como também na preciosa antologia das narrativas orais do Pantanal do Mato Grosso do Sul. Ano de publicação: 2009 R$: 30,00




ALGUNS APONTAMENTOS SOBRE HISTÓRIA ORAL, GÊNERO E HISTÓRIA DAS MULHERES (Losandro Antonio Tedeschi)

A história das mulheres oscilou entre sistemas muito variados de exclusão, de tolerância e de banalização. Colocá-los em evidência responde a um duplo objetivo: o de permanecer crítico com respeito às formulações próprias à história das mulheres; e o de questionar a necessária relação entre este campo de estudos e o conjunto da pesquisa histórica. Mas a história não é somente produção de saber, é também formulação de perguntas. As questões que suscita e que lhe são propostas são também um campo específico de pesquisa, espaço de reflexão e de desconstrução de certas “verdades” na historiografia. O desenvolvimento da História Oral permitiu uma mudança de enfoque nos trabalhos históricos, quebrando uma visão rígida da objetividade do fato histórico, abrindo a possibilidade de recuperação de maneiras diversas de viver a história, conforme o gênero, a idade, o sexo, a classe. Ano de publicação: 2014 1° Edição Esgotada




ALUSÃO E INTERTEXTO: a dinâmica da apropriação em "Morte e Vida Severina" (Braz Pinto Junior)

Entendendo o conceito de texto como produto de um processo no qual não apenas entram em jogo a inspiração ou a originalidade do autor e do enredo, mas também a atualização ou tradução de outros textos (ou contextos) torna-se necessária, o autor sugere nesse livro um exercício de leitura do clássico cabralino em que o diálogo, a alusão e a apropriação são elementos-chave. A reflexão proposta pelo autor aproxima Morte e vida Severina de outros clássicos da tradição ocidental, principalmente de autores anglófonos, entre eles Shakespeare e T. S. Eliot. O alcance desse trabalho contribui para desenvolvermos um certo olhar crítico sobre a poesia, sua função e seus processos de criação, sem nos prendermos a preconceitos como o da originalidade, além de exercitarmos nosso papel como leitores contemporâneos de obras do passado. Ano de publicação: 2014 R$:30,00




APRENDIZAGEM, COMPORTAMENTO E EMOÇÕES NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA: uma visão transdisciplinar (Elisabete Castelon Konkiewitz - Org.)

Esta obra apresenta as mais diversas perspectivas sobre os transtornos de aprendizado e de comportamento na infância e na adolescência, abrangendo desde considerações neurobiológicas e psicossociais até possibilidades de intervenção terapêutica e educacional. A complexidade é inerente ao assunto, posto que envolve a natureza da mente humana, ao levar-nos por um labirinto, no qual se entrecruzam as emoções individuais, as predisposições genéticas, o funcionamento cerebral, as histórias de vida, as interações humanas, o ambiente com sua organização cultural, social e política, etc. Representa a busca de um estreitamento cada vez maior entre aqueles que atuam e pesquisam na área, no entendimento de que crianças e adolescentes necessitam da ajuda de profissionais com um perfil transdisciplinar. Ano de publicação: 2013 1ª Edição esgotada




APROPRIAÇÃO CAPITALISTA DA TERRA E A FORMAÇÃO DA PEQUENA PROPRIEDADE EM JALES–SP (Sedeval Nardoque)

Nardoque apresenta, neste livro, um estudo sobre o processo de apropriação capitalista da terra no extremo noroeste do estado de São Paulo, especificamente no município de Jales, a fim de realizar a reconstituição de parte do processo de ocupação daquele estado. Para tanto, o autor preocupou-se em entender a incorporação territorial da Fazenda Ponte Pensa durante as primeiras décadas do século XIX pelos mineiros, ocorrida por meio da ocupação por posses, bem como o processo de grilagem das terras da fazenda no início do século XX, a privatização e o aumento do preço das terras devido à legalização de documentos falsificados e à expansão da ferrovia. Além disso, o autor discorre sobre o projeto de “fábricas” de cidades, elaborado com a intenção de facilitar as vendas de terras pelas companhias ou por loteadores particulares, dando um caráter urbano à região, e sua relação com a transformação do sonho de ser pequeno proprietário acalentado pelos colonos das antigas franjas pioneiras. O livro versa ainda sobre as formas de exploração e a formação de uma estrutura fundiária bastante peculiar em Jales, onde se predomina, tanto em número quanto em área, os estabelecimentos entre os extratos que variam de menos de 10 hectares até 100 hectares. Ano de publicação: 2014 R$ 30,00




AQUIDAUANA: A BAIONETA, A TOGA E A UTOPIA, NOS ENTREMEIOS DE UMA PRETENSA REVOLUÇÃO (Eudes Fernando Leite)

O livro trata da repressão política em Aquidauana/MT – hoje Mato Grosso do Sul –, enfocando o Golpe militar de 1964 e seus desdobramentos. Traz análise da Repressão, da Justiça e da Utopia Comunista na cidade, cuja localização próxima à fronteira Brasil/ Paraguai refletiu nas questões do golpe num passado histórico. Para construção dessa interpretação, o autor lançou mão de fontes escritas e orais. O texto foi apresentado no formato de Dissertação de Mestrado ao programa de Pós-graduação em História e Sociedade da Unesp/Assis, no ano de 1994. Ano de publicação: 2009 R$: 30,00




ARQUEOLOGIA PANTANEIRA: história e historiografia - 1875/2000 (Jorge Eremites Oliveira)

Estudo que aborda o desenvolvimento das pesquisas arqueológicas na região do Pantanal, a maior área úmida contínua do planeta; no qual o autor analisa a produção científica dos arqueólogos dentro do contexto histórico da época em que foi produzida. Apresenta um breve e crítico histórico sobre as pesquisas arqueológicas realizadas na região e faz uma avaliação historiográfica dos estudos arqueológicos, sempre com a preocupação de tratar da relação autor-obra-meio. Trata-se, portanto, de uma obra que estimula o debate científico. Ano de publicação: 2008 1ª Edição esgotada




ARQUEOLOGIA, ETNOLOGIA E ETNO-HISTÓRIA EM IBEROAMÉRICA: fronteiras, cosmologia, antropologia em aplicação (Levi Marques Pereira; Jorge Eremites de Oliveira e Rodrigo Luiz Simas de Aguiar – Orgs.)

Assentado nos campos da antropologia sociocultural e da arqueologia, o livro apresenta textos científicos que discutem dos laudos antropológicos às festividades populares. Os ensaios foram elaborados dentro de três eixos norteadores: cosmologia, territorialidade e antropologia em aplicação. Contando com a participação de quinze pesquisadores dos campos da arqueologia e da antropologia procedentes de seis diferentes países do contexto ibero-americano, a presente obra reflete o esforço de uma rede de saberes e cooperação científica que tem na Universidade Federal da Grande Dourados um de seus epicentros. Ano de publicação: 2010 1ª Edição esgotada




AS MULHERES E A HISTÓRIA: uma introdução teórico metodológica (Losandro Antonio Tedeschi)

Pesquisar, escrever, visibilizar uma história das mulheres é um empreendimento relativamente novo e revelador de uma profunda transformação: está vinculado diretamente à concepção de que as mulheres têm uma história e não são apenas destinadas à reprodução, que elas são agentes históricos e possuem uma historicidade relativa às ações cotidianas das relações entre os sexos. Ambiciosa, e necessária, com certeza esta pesquisa tem se desenvolvido no mundo ocidental há mais de quarenta anos. Com efeito, há uma teoria e uma historiografia da história das mulheres a partir das quais se pode elaborar os primeiros balanços críticos e se questionar sobre o sentido, as dificuldades, os efeitos destas. A presente obra é apenas um grão de areia no mar da história das mulheres. Ano de publicação: 2012 1ª Edição esgotada




ATÉ AOS CONFINS DA TERRA: o movimento ecumênico protestante no Brasil e a evangelização dos povos indígenas (Carlos Barros Gonçalves)

O desafio missionário impôs-se primeiro à própria casa dos discípulos de Jesus Cristo (Jerusalém) e foi progressivamente estendido à imensidão. Assim, à medida que o mundo foi sendo descoberto/conhecido, sobretudo a partir do século XVI, os confins da Terra foram se tornando incomensuráveis, vastos e mais desafiadores para os cristãos e suas instituições. No interior dos sertões do Brasil estavam os indígenas. Eram, pois, seres distantes não só geográfica, mas também historicamente. Eles precisavam crer e serem salvos. Assim, os confins da Terra se estendiam, para as igrejas protestantes do Brasil, nas paragens ocidentais do seu próprio país. Ano de publicação: 2011 1° Edição Esgotada




AUGUSTO MEYER PROUSTIANO: A REINVENÇÃO MEMORIALÍSTICA DO EU

Augusto Meyer e Marcel Proust... o que teriam em comum o poeta gaúcho e o romancista francês? As respostas são inúmeras e se encontram neste livro: a força catártica da memória involuntária; a recorrência ao passado; a alusão ao tempo e aos espaços perdidos e reencontrados, dentre outros fatores que certamente chamarão a atenção do leitor sensível aos apelos da autobiografia e da reconstituição lírica da infância. O leitor adentrará o universo mágico dos tempos e espaços da memória do escritor gaúcho Augusto Meyer, um dos mais importantes poetas e ensaístas do modernismo brasileiro. Compreenderá também de que maneira a obra Em busca do tempo perdido, de Marcel Proust, contribuiu decisivamente para a consolidação de uma forte tendência voltada ao memorialismo e à exploração de aspectos testemunhais e autorreferenciais na literatura brasileira dos séculos XX e XXI.




AVALIAÇÃO EDUCACIONAL DE ALUNOS COM BAIXA VISÃO E MÚLTIPLA DEFICIÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL (Marilda Moraes Bruno)

O livro trata da criação de instrumentos (protocolos) e procedimentos de avaliação educacional por meio de Ludodiagnóstico. O objetivo foi desenvolver um sistema de avaliação mais abrangente que possibilitasse aos professores especializados, em conjunto com a família, detectarem as habilidades funcionais, as competências, as necessidades específicas e educacionais especiais desses educandos. A obra apresenta subsídios teóricos para a compreensão das necessidades específicas de crianças com múltipla deficiência e cria estratégias de mediação e apoio para facilitar a aprendizagem destas, tendo em vista o processo de inclusão na educação infantil. Ano de publicação: 2009 1ª Edição esgotada




CANGACEIROS A CAVALO: a elipse do realismo em narrativas de Guimarães Rosa (Renato Suttana)

O objetivo deste ensaio é estudar as relações entre verossimilhança e inverossimilhança na narrativa de Guimarães Rosa, partindo de uma investigação acerca da abordagem desse dado no plano do comentário que se debruçou sobre ela e lhe ressaltou certas qualidades e aspectos fundamentais. Assim, fazem-se considerações acerca dos momentos iniciais da recepção da obra junto à crítica profissional, salientando-se principalmente o modo como a inserção do elemento inverossímil, numa contextura que remete à tradição realista e regionalista do narrar, provoca o espanto dos comentaristas. Ano de publicação: 2012 1° Edição Esgotada




CAPITALISMO VERDE E TRANSGRESSÕES: Amazônia no espelho de Caliban (Elder Andrade de Paula)

Caliban, em “A tempestade”, de William Shakespeare, é um “escravo selvagem e disforme”, um “monstrengo” e filho da “repelente bruxa Sicorax”, da Argélia; e Próspero, ao contrário, é um “legítimo duque” de estirpe europeia. O poeta Roberto Retamar metaforizou a América através dos dois: Próspero é o “civilizado”, o colonizador; e Caliban é o “bárbaro” a ser vencido. Mas, com Retamar, Caliban resiste e luta contra todo tipo de colonialismo. Aprendemos a ser bárbaros com ele! Agora, neste livro, o “bárbaro” Elder se mistura a pueblos indígenas, ribeirinhos, camponeses e caboclos, entre transfronteiras de pedaços do Brasil (Acre), da Bolívia (Pando) e do Peru (Madre de Dios), e revela que nem todo ser Próspero é prosperidade de todos. Ao contrário, encarnando esta condição “bárbara”, Elder, em luta apaixonada, escancara que as palavras e as práticas de desenvolvimento (outra definição para prosperidade) ou desenvolvimento sustentável não se sustentam como relações de verdadeira autonomia. Ano de publicação: 2013 R$: 30,00




CIBPU: a comissão interestadual da Bacia Paraná-Uruguai no planejamento regional brasileiro - 1951/1972 (Cleonice Gardin)

A CIBPU – Comissão Interestadual da Bacia Paraná-Uruguai – constituiu-se em 1951 como órgão interestadual de planejamento da Bacia Paraná-Uruguai, fundamentada em um planejamento fluvial integrado. Propôs o desenvolvimento de linhas de navegação fluvial nesta região, numa visão que integrava a navegação fluvial aos demais modais de transporte, de forma a integrá-la posteriormente ao sistema de navegação nacional. Procedeu a estudos e pesquisas precursores, que permitiram o planejamento da produção de energia hidrelétrica no rio Paraná, iniciado com o Complexo do Urubupungá e outras hidrelétricas. Foi extinta oficialmente em 1972. Ano de publicação: 2009 R$: 30,00




CONFLITO, TERRITORIALIDADE E DESENVOLVIMENTO: algumas reflexões sobre o campo amapaense (Roni M. Lomba et al. - Org.)

Resultado do 1º Simpósio sobre Reforma Agrária, Meio Ambiente e Desenvolvimento (SARADAM), organizado em 2012, Conflito, territorialidade e desenvolvimento congrega os trabalhos desenvolvidos por um grupo de pesquisadores, servidores públicos e membros de sindicatos visando atender aos anseios da sociedade rural. Os artigos que compõem o livro apresentam debates sobre a realidade do campo, modos de vida, desenvolvimento e conflitos relacionados à apropriação da terra especialmente existentes no Estado do Amapá. Nele, os autores apresentam os cenários e desafios impostos pelos conflitos fundiários que envolvem desde o acesso à terra e a manutenção dos modos de vida das “maiorias desprivilegiadas” até as políticas de garantia de direitos, destacando a situação vivida pelas comunidades quilombolas, assentados da reforma agrária e posseiros. Trata-se de um livro capaz de contribuir para a compreensão das realidades do campo e do papel do campesinato frente à expansão do capital, retomando, assim, a discussão sobre o modelo de desenvolvimento existente. Ano de publicação: 2014 R$30,00




CONSUMO DOMICILIAR DE ALIMENTOS: influência de fatores socioeconômicos e do custo de oportunidade do tempo da mulher (Madalena Maria Schlindwein)

Observa-se uma significativa mudança nos padrões de consumo alimentar das famílias brasileiras ao longo das últimas décadas. Paralelamente, transformações vêm ocorrendo em fatores como a urbanização, a participação da mulher no mercado de trabalho e até mesmo na estrutura familiar. Essas mudanças estão diretamente relacionadas aos hábitos alimentares da população. Na discussão sobre os fatores que afetam tais padrões, merece destaque o custo de oportunidade do tempo da mulher, que está diretamente relacionado a um aumento na probabilidade de consumo e ao gasto domiciliar com os alimentos que demandam um menor tempo de preparo – como alimentos prontos, pão, refrigerantes e sucos, iogurtes e a alimentação fora do domicílio. Esse custo está inversamente relacionado tanto à probabilidade de consumo quanto ao gasto familiar, com os “alimentos tradicionais”, feijão, arroz, mandioca, carnes e farinha de trigo – que, em geral, demandam um maior tempo de preparo. Ano de publicação: 2014 RS: 30,00




CRÔNICAS: educação, cultura e sociedade (Wilson Valentim Biasotto)

Esta obra faz parte de um projeto do autor de selecionar por temas as crônicas que escreveu especialmente entre 1995 e 2009. O primeiro volume desse projeto, “Crônicas: Neoliberalismo, Globalização e Política" foi publicado em 2011. O livro é um apanhado de 104 crônicas. O tema Educação compõe 56 crônicas, outras 16 são relatos descrevendo fábulas ou histórias oriundas da cultura italiana, e os temas Cultura e Sociedade compreendem, cada um, 16 crônicas. Elas falam de Dourados e de Mato Grosso do Sul. O tema Educação é dominado por comentários sobre o desenvolvimento do ensino superior público em Dourados. Ao de publicação: 2013 1ª Edição esgotada




CRÔNICAS: globalização, neoliberalismo e política (Wilson Valentim Biasotto)

Este trabalho faz parte de um projeto do autor de selecionar por temas as crônicas que escreveu especialmente entre 1995 e 2009. Outro volume, “Crônicas: Educação, Sociedade”, já foi encaminhado para a Editora e um terceiro, ainda em fase de elaboração, “Crônicas de uma vida”, completa a trilogia. R$: 40,00 Para “Neoliberalismo, Globalização e Política”, o autor reuniu 99 crônicas que, segundo o senador Delcídio do Amaral, na apresentação da obra, “São crônicas contundentes. Vão ao âmago do tema abordado, seja de maneira direta, dando nome aos personagens, seja fazendo uso de metáforas ou de ironia, que o próprio autor faz questão de não dissimular”. Ano e publicação: 2011 R$:30,00. 1ª edição esgotada




CUBA E A ETERNA GUERRA FRIA: mudanças internas e política externa nos anos 90 (Marcos Antonio da Silva)

Qual o impacto e o que aconteceu com Cuba depois da queda do bloco soviético? Que mudanças políticas e econômicas ocorreram no país nos anos 90? Como Cuba reorientou sua política externa para superar o embargo americano e o isolamento internacional? O presente trabalho procura responder a estas questões, combinando duas dimensões que se interagem. No plano interno, analisa as transformações sociais, políticas e econômicas que se realizaram na ilha e que, orientadas pela lógica da sobrevivência, permitiram certa recuperação econômica e a manutenção das conquistas sociais da revolução. No plano externo, analisa a política externa cubana nos anos 90 que, fundamentadas na afirmação da soberania nacional e no desenvolvimento da Diplomacia Social, permitiu a superação do isolamento e a reinserção no mundo globalizado, processo este ainda inconcluso. Ano de publicação: 2012 R$: 40,00




Desafios da Educação Física (Manuel Pacheco Neto)

O ser humano não tem características anatômicas e fisiológicas que indiquem a conveniência de um estilo de vida que apresente pouco ou nenhum movimento.

Já há tempos vem se fortalecendo e se disseminando a conscientização a respeito da relevância da dimensão corpóreo-motora humana, incluindo asserções enfáticas acerca da indispensabilidade do movimento para a obtenção e manutenção da saúde, bem como para a sociabilização, a construção de uma sociedade mais igualitária e o fortalecimento de um sistema educacional caracterizado pela completude, em todos os níveis.

Este livro reúne contribuições variadas, que se apoiam em alicerces teóricos distintos, assegurando, assim, uma salutar pluralidade de enfoques, abarcando o esporte e o lazer no âmbito universitário, o corpo e a saúde no bojo da indústria cultural, inclusão e exclusão de pessoas com deficiência nas políticas públicas de esportes e, indispensavelmente, a Educação Física escolar, com algumas de suas diversas possibilidades de enfoques, todas elas salutarmente críticas.




DILEMAS E DIÁLOGOS PLATINOS: fronteiras (Ângel Núñes; Maria Medianeira Padoin; Tito Carlos Machado de Oliveira – Orgs.)

O conceito de fronteira internacional se refere a uma área indefinida, uma zona percorrida pelo limite internacional e que se aproxima da noção geográfica de região. No entanto, na realidade o ambiente geográfico de fronteira é mais complexo do que aquele simbolizado pelo limite. Ela carrega a noção de fuga e de obstáculo, de liberdade e de impedimento, do legal e do ilícito. Assim, consiste em um espaço de contrastes e dualidade. Ano de publicação: 2010 1ª Edição esgotada




DILEMAS E DIÁLOGOS PLATINOS: relações e práticas socioculturais (Ângel Núñes; Maria Medianeira Padoin; Tito Carlos Machado de Oliveira – Orgs.)

A globalização galopante que se encontra em pleno curso nos obriga a repensar a identidade das nações hoje tida como segura e inviolável. Da mesma forma, as linhas fronteiriças entre línguas consideradas distintas até pouco tempo também estão sendo questionadas cada vez mais. A interação com outras culturas aparece como essencial para a evolução da própria cultura. Parafraseando Paulo Freire, poderíamos supor que as culturas se educam em relação, mediadas pelas pessoas. Ano de publicação: 2010 1ª Edição esgotada




DIREITO E BARBÁRIE NO MUNDO MODERNO: a questão do Outro na civilização (Antonio Guimarães Brito)

Descolonizar tem a ver com o exercício da alteridade vis-à-vis com o Outro, com a ética e com o pensamento crítico frente aos desafios apresentados todos os dias no mundo moderno, marcado pelo universalismo dominador e seu projeto civilizatório. É isso o que nos ensina Antônio José Guimarães Brito neste seu livro. O autor assim o faz a partir de refinadas reflexões sobre o processo histórico e sociocultural que marca a construção do Outro no Ocidente, desde a antiguidade clássica até o Brasil atual. Apresenta uma genealogia histórica e uma apurada análise epistemológica sobre a barbárie, inclusive em diálogo aberto relativo ao evolucionismo que marca a construção das ciências humanas e sociais na Europa e nas Américas. Ano de publicação: 2013 R$: 30,00. 1ª edição esgotada




DIREITOS FUNDAMENTAIS SOCIAIS: estudos em homenagem aos 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos e aos 20 anos da Constituição Federal (Helder Baruffi – Org.)

Passados 60 anos da promulgação da Declaração Universal dos Direitos Humanos, ato que inaugura a “Era dos Direitos”, em âmbito mundial observa-se que muito ainda há por se fazer na defesa destes. No plano interno, ao fim de 20 anos da vigência da Constituição de 1988 e após 57 emendas, pode-se notar avanços, embora perdure uma grande distância entre as estruturas constitucionais de defesa dos Direitos dos indivíduos e os constantes abusos, assim como a ausência de garantias efetivas para protegê-los. O objetivo central desta obra é contribuir para o interesse e desenvolvimento de estudos acerca dos direitos fundamentais sociais, na busca de sua efetiva realização. Ano de publicação: 2009 R$:40,00




DIREITOS HUMANOS E REFUGIADOS (César Augusto da Silva - Org.)

O atual contexto político e econômico das relações internacionais, seu impacto na situação dentro de cada Estado nacional e particularmente sobre os intensos fluxos migratórios que ocorrem dentro e entre as diversas regiões do planeta, assim como as variadas dificuldades enfrentadas por aquelas pessoas que buscam entrar ou residir em outro país e ali exercer seus direitos e deveres, tem ampliado o debate sobre o direito dos migrantes e dos refugiados. O refúgio tornou-se um problema sistêmico mundial que afeta praticamente todos os Estados nacionais em maior ou menor grau, incluindo o Brasil e a América Latina. Ano de publicação: 2012 R$: 30,00




DIREITOS HUMANOS E RELAÇÕES INTERNACIONAIS: debates contemporâneos (Verônica Maria Bezerra Guimarães - Org.)

O resultado do amadurecimento das atividades de orientação de trabalhos de conclusão de curso da graduação e da pós-graduação lato sensu em Direitos Humanos e Cidadania da Faculdade de Direito e Relações Internacionais da Universidade Federal da Grande Dourados – FADIR/UFGD, que ora se revela nos trabalhos a seguir, demonstra o grau de interesse pela pesquisa em direitos humanos a partir de temas que afetam desde questões locais a internacionais. Fruto das monografias que receberam indicação para publicação no ano de 2009, devido à qualidade das pesquisas realizadas, a defesa firme e a orientação segura, os temas trazidos abordam questões relacionadas aos direitos: das mulheres, sexuais, raciais, à saúde, do consumidor e à cidade, numa perspectiva de concretização de direitos humanos. Ano de publicação: 2013 R$: 30,00




DIREITOS HUMANOS, DIVERSIDADE E MOVIMENTOS SOCIAIS: um diálogo necessário (André Luiz Faisting e Marisa de Fátima Lomba de Farias - Orgs.)

A presente coletânea é resultado de atividades realizadas no curso de Licenciatura em Ciências Sociais – UFGD/PRONERA. Nela estão reunidas reflexões teóricas e pesquisas empíricas desenvolvidas por docentes e pesquisadores/as da UFGD e de instituições parceiras sobre a temática dos direitos humanos, da diversidade e dos movimentos sociais, entendidos numa perspectiva interdisciplinar e em permanente diálogo. A obra resultou também das intervenções no seminário Diversidade e Direitos Humanos, realizado em agosto de 2010 como parte das atividades extracurriculares do referido curso. As análises e reflexões compiladas nessa coletânea reforçam a necessidade de reafirmar a acuidade da temática relativa à diversidade e aos direitos humanos na contemporaneidade, bem como do protagonismo dos movimentos sociais que, em diálogo com os temas aqui tratados, lutam por diferentes direitos, tanto materiais quanto simbólicos. Ano de publicação: 2011 R$:40,00




DISCURSO INDÍGENA: aculturação e polifonia (Rita de Cássia Pacheco Limberti)

Este é um trabalho de análise semiótica que tem como objeto duas entrevistas de história oral de vida, gravadas e transcritas, publicadas no livro “Canto de Morte Kaiowá”, de José Carlos Sebe Bom Meihy, Edições Loyola, 1991. A análise identifica processos discursivos que revelam a presença de duas vozes no discurso híbrido do índio: a voz do próprio índio e a voz do branco. A proximidade da Reserva em que habitam os kaiowá da cidade de Dourados e o intenso processo de confronto cultural a que são submetidos há muitos anos pode explicar esse fenômeno lingüístico. Ano de publicação: 2009 1ª Edição esgotada




DISCURSOS SOBRE A DEMARCAÇÃO DE TERRAS INDÍGENAS... ou de como a raposa encontrou a Serra do Sol (Marcos Lúcio Góis)

Esta obra é a materialização não só de uma pesquisa científica, mas de encontros e desencontros com as questões indígenas, e da batalha contra o império das palavras e dos discursos tentando compreender seus sentidos. A partir da análise discursiva do Relatório de Lindberg Farias sobre a demarcação da Área Indígena Raposa/Serra do Sol, localizada no Estado de Roraima, o autor mostra que as lutas dos movimentos indígenas não têm, em geral, se limitado a combater o atual discurso colonizador do “homem branco”, elas procuram propor outra forma de sociedade por meio de uma nova forma de racionalidade, que parece ser, atualmente, uma de suas razões de ser. Numa mescla de análise do corpus e da teoria, busca-se compreender o que está envolvido em tal acontecimento discursivo, considerando que "o novo não está no que é dito mas no acontecimento de sua volta". Ano de publicação: 2013 R$: 30,00




DISPONIBILIDADE DE ENERGIA TERMELÉTRICA A GÁS NATURAL NA REGIÃO CENTRO-OESTE (Eduardo Mirko)

O texto tem a intenção de provocar uma discussão inicial sobre a política energética no estado de Mato Grosso do Sul, que está entrelaçada, indefectivelmente, com a política ambiental e a política agroindustrial do estado. Além disso, busca refletir sobre o atual cenário de suprimento de gás natural no Cone Sul, através de uma contextualização geográfica, para entender o potencial de fornecimento do gás natural ante às necessidades energéticas do Centro-Oeste. Para finalizar, apresenta-se o escopo regulatório federal e estadual em vigor para o gás natural e aponta sugestões para o setor energético do estado. Ano de publicação: 2009 R$:30,00




DISRITMIA: sindicalismo e economia solidária no interior da CUT

Um dos desafios atuais da sociologia é investigar as mudanças no mundo do trabalho e suas consequências para o emprego, a partir da reestruturação das atividades produtivas iniciada nos anos 1970. O novo padrão produtivo, com base na flexibilização das relações de trabalho, colocou em xeque a formalização e a legitimação da relação salarial reconhecidas ao longo do século XX fordista, e seu papel na construção de formas de solidariedade entre os trabalhadores. É nesse novo contexto que Marcos Ferraz realiza sua pesquisa e através de iniciativas criadas pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) busca identificar novos tipos de solidariedade para enfrentar as dificuldades do desemprego. Ano de publicação: 2013 R$:30,00




DIÁLOGOS ENTRE ANTROPOLOGIA, DIREITO E POLÍTICAS PÚBLICAS: o caso dos indígenas no sul de Mato Grosso do Sul (Cíntia Beatriz Müller; Simone Becker e Ellen Cristina de Almeida - Orgs.)

Ao promover um diálogo entre a antropologia e o direito, o livro revela seu caráter científico e humano, demonstrando a sensibilidade de seus participantes. A obra reúne, na forma de artigos, pesquisas desenvolvidas ao longo dos anos de 2008 e 2009, relevantes do ponto de vista da cidadania indígena, que descrevem a experiência de campo dos pesquisadores e põe em evidência a triste realidade dos indígenas da Grande Dourados. São os indígenas os protagonistas de uma história sofrida, mas de sobrevivência. Contra tudo, resistem e nos ensinam que o mundo é diverso, e tal diversidade é que o torna mais criativo e belo de se viver. Ano de publicação: 2012 R$:40,00




DO CHEIRO DA TERRA AOS FIOS DA MEMÓRIA (Juliane Ferreira Vieira e Áurea Rita Ferreira - Orgs.)

A presente obra é resultado dos trabalhos desenvolvidos na disciplina Produção de Texto, ministrada no curso de Licenciatura em Ciências Sociais (iniciado em 2008), oferecido pela UFGD em parceria com o Pronera, o MDA, o Incra e Movimentos Sociais Rurais de Mato Grosso do Sul. São relatadas histórias de vida, vivências individuais e coletivas das acadêmicas e dos acadêmicos sem-terra. O texto apresenta dois momentos. No primeiro se efetuam reflexões acerca do discurso com ênfase na categoria da memória, ancoradas na teoria da Análise Crítica do Discurso (ACD) e nos estudos de gêneros discursivos de Mikhail Bakhtin (2000). No segundo mostram-se as 35 histórias produzidas, que contribuem para uma reflexão acerca dos caminhos da reforma agrária em Mato Grosso do Sul. Ano de publicação: 2013 R$:40,00




DO SILÊNCIO À PALAVRA: histórias e memórias de mulheres na perspectiva de gênero no meio rural do noroeste do estado do Rio Grande do Sul (Losandro Antonio Tedeschi)

As mulheres trabalhadoras rurais que guardam a história, que a contam a seus filhos e filhas, mostram uma longa vida em que as mesmas, para não falar de outras dicotomias, tiveram que enfrentar permanentemente a desigualdade, embora nunca tenham se submetido completamente a isso. Submissão e resistência sempre fizeram parte da vida das mulheres. O presente trabalho apresenta uma análise histórica e teórica desenvolvida durante a implementação do projeto Educação para os Direitos das Mulheres Trabalhadoras Rurais, realizado na região noroeste do estado do Rio Grande do Sul, voltado à pesquisa e à formação, envolvendo grupos de mulheres trabalhadoras rurais, descendentes de imigrantes, nos temas referentes a histórias de vida, gênero e direitos reprodutivos. Ano de publicação: 2014 R$: 30,00




DOURADOS E A DEMOCRATIZAÇÃO DA TERRA: povoamento e colonização da Colônia Agrícola Municipal de Dourados - 1946/1956 (Maria Aparecida Carli)

A obra procura analisar aspectos considerados relevantes relacionados ao processo de colonização e povoamento da Colônia Agrícola Municipal de Dourados, no período de 1946-1956. A partir de pesquisa em acervos documentais existentes sobretudo nas cidades de Dourados, Ponta Porã e Itaporã, além de depoimentos colhidos de ex-colonos, a autora aborda assuntos ligados à implantação e delimitações das áreas destinadas aos colonos, às questões do processo migratório e às formas de organização e produção. Ano de publicação: 2008 1ª Edição esgotada




EDUCAÇÃO BRASILEIRA: interfaces e solicitações recorrentes (Paulo Gomes Lima e Alessandra Cristina Furtado)

Este livro é um convite à problematização da educação no Brasil a partir de significativos olhares de conceituados pesquisadores da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Em linhas gerais pontua as relações entre políticas públicas para a educação, a construção histórica da escola e seus desafios e a necessidade da evocação de posicionamentos democráticos em seu sentido mais estrito e que possibilitarão outras reflexões sobre o estado da educação brasileira e seus condicionantes. Evidencia-se uma urgência histórica do não esgotamento dialogal sobre esta temática, uma vez que o âmbito ideológico, em sentido restrito, marca o tempo e os movimentos dos arranjos sociais como ―âmbito natural do que denomina processo democrático. Ano de publicação: 2011 1ª Edição esgotada




EDUCAÇÃO BÁSICA: discursos e práticas político-normativas e interpretativas (Dirce Nei Freitas; Nilce Aparecida Fedatto - Orgs.)

A educação básica é um dos grandes desafios das sociedades contemporâneas, pois envolve desde a elucidação conceitual até como lidar com as suas múltiplas e diversas dimensões e demandas, gerando condições e possibilidades para a sua realização. O Brasil está entre os países que se defrontam com necessidades e imperativos internos e externos que exigem ganhos quantitativos e qualitativos em educação básica. Os textos que compõem este livro abordam aspectos importantes desse assunto, tendo como referência empírica o caso brasileiro. Ano de publicação: 2008 R$: 30,00




EDUCAÇÃO FÍSICA, CORPOREIDADE E SAÚDE (Manuel Pacheco Neto - Org.)

Alicerçada em três eixos temáticos de grande relevância para a compreensão acerca do ser humano em movimento - a Educação Física, a corporeidade e a saúde - esta obra abarca uma significativa pluralidade de enfoques, transitando pelas teorias produzidas nas áreas da Educação e da Educação Física, pela formação profissional, pela análise crítica da docência nas quadras, pelos jogos e brincadeiras, pelo lazer, pelas atividades físicas entre não videntes, pela Fisiologia do Exercício e pelas lógicas médica e educacional nas aulas práticas e teóricas. Os capítulos apresentam reflexões oportunas em nosso tempo, quando observa-se, facilmente, uma conscientização cada vez mais crescente acerca da necessidade das práticas corporais para o alcance da plenitude humana. Ano de publicação: 2012 1ª Edição esgotada




EDUCAÇÃO INFANTIL: história e gestão educacional (Lindamir Cardoso Oliveira; Magda Sarat - Orgs.)

Dois eixos temáticos estão articulados no conteúdo do livro e geraram os textos nele reunidos: a História da Infância e da Educação Infantil e a Gestão cotidiana das Instituições de atendimento à criança. O intuito foi trazer ao público interessado as experiências de pesquisadores que se debruçaram sobre as temáticas da história das instituições, formação de professores, organização de espaços e tempos educacionais, história das crianças brasileiras institucionalizadas e histórias de crianças negras e indígenas a partir de diferentes enfoques, dando visibilidade à Infância e à Educação Infantil. Ano de publicação: 2009 R$: 30,00




EDUCAÇÃO, DIVERSIDADE E FRONTEIRAS DA IN/EXCLUSÃO (Marilda Garcia Bruno e Renato Suttana - Orgs.)

Este livro reúne artigos de pesquisadores (dos estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso) que examinam, na perspectiva dos estudos culturais, o fenômeno da interculturalidade na questão das fronteiras culturais, das políticas linguísticas e da formação e educação de povos indígenas. A obra aborda estudos produzidos no âmbito do projeto de pesquisa “Mapeamento de deficiências na população indígena da região da Grande Dourados: um estudo sobre os impactos e as possíveis implicações para a inclusão educacional”, desenvolvido com o apoio do PROESP/CAPES, sob a coordenação da profa. Marilda Moraes Garcia Bruno, da UFGD, além de contar com a colaboração de pesquisadores convidados. Ano de publicação: 2012 1ª Edição esgotada




EDUCAÇÃO, RELAÇÕES DE GÊNERO E MOVIMENTOS SOCIAIS: um diálogo necessário (Alzira Menegat; Losandro Tedeschi; Marisa Farias - Orgs.)

Esta obra apresenta reflexões sobre a educação e sua vinculação aos movimentos sociais e às temáticas de gênero. O estudo busca, inicialmente, uma compreensão acerca das ações e reflexões de atores/as sociais imbuídos de sua prática educativa. Procura-se explorar a diversidade identitária dos sujeitos, a transversalidade nas demandas por direitos, as formas de ativismo e de empoderamento através de articulações em redes de ações e de conhecimentos e, finalmente, a afirmação das práticas pedagógicas em prol de uma educação emancipatória e significativa. Ano de publicação: 2009 1ª Edição esgotada




ENSAIOS SOBRE CULTURA, LITERATURA E HISTÓRIA (Márcia Maria de Medeiros - Org.)

As questões discutidas neste livro procuram mostrar as possibilidades, perspectivas e convergências em torno das relações passíveis de serem estabelecidas entre a Literatura e a História. Dentro desse parâmetro, percebe-se, nos textos dos diferentes autores e autoras, a tentativa de constituir propostas inovadoras e mesmo avanços teórico metodológicos que permitam a aproximação destes campos do saber e do conhecimento. Os textos que constituem o cabedal da obra refletem questões cruciais dos estudos históricos e literários, como as questões de gênero ou as discussões envolvendo a literatura enquanto ferramenta para o estudo de história. Ano de publicação: 2013 R$: 30,00




ENSINO DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE: uma proposta de abordagem (Hiraldo Serra - Org.)

Essa obra pode ser definida como um convite à reflexão sobre a importância do ensino de ciências e saúde na perspectiva da formação de educadores, bem como na formação de cidadãos mais conscientes e atuantes na sociedade. A escola foi o ambiente escolhido para o aprofundamento dessas discussões e de como abordagens teóricas e práticas dessa área de estudo podem se configurar em aprendizagens significativas, transformando-se em ações que possam contribuir para um melhor entendimento da realidade cotidiana. O trabalho do professor é defendido como primordial para a educação científica em seus diversos aspectos, pois por meio de intervenções pedagógicas, propicia, além de outros fatores, a conscientização do educando sobre a necessidade de valorização ao cuidado e a promoção da saúde. Ano de publicação: 2013 R$: 30,00




ENSINO DE GEOGRAFIA: novos olhares e práticas (Flaviana Gasparotti Nunes - Org.)

Os temas abordados nos textos referem-se a questões e problemáticas emergentes na educação de forma geral e no ensino de Geografia em particular, como por exemplo, a questão da inclusão de alunos portadores de diversas deficiências no ensino regular. O diálogo e a aproximação do currículo da Geografia escolar com as práticas espaciais cotidianas mostra-se cada vez mais necessário diante da complexidade do mundo atual. Sendo assim, novos olhares sobre a cartografia e outras linguagens não científicas e sua inserção na prática pedagógica fazem-se essenciais para a construção de uma educação geográfica. Ano de publicação: 2011 R$:30,00




ENTRE RECORTES E COLAGENS: Pato Bragado, uma cidade no plural - 1985-2005 (Márcia Bortoli Uliana)

No mundo contemporâneo, temos observado a proliferação de “cidades imagem”, muitas vezes constituídas em função da chamada indústria do turismo. Esta obra é um importante referencial bibliográfico sobre a fabricação, por meio de recortes, colagens e bricolagens, de uma destas “cidades imagem” no extremo Oeste do Paraná: Pato Bragado. Situada em área de fronteira nacional, às margens do lago da Itaipu, que lhe serve de limite com o Paraguai, Pato Bragado passou por um intenso processo de construção de uma identidade local com base na marcação de diferenças culturais. Ao fazer da memória objeto de análise histórica, a autora lança luz às tensões e conflitos, aos embates simbólicos e materiais na constituição da cidade. Ano de publicação: 2014 RS: 30,00




ERA UMA FEIRA AONDE A GENTE IA DE CHINELO: Campo Grande e sua feira Livre Central (Lenita Maria Calado)

Tendo como objeto específico a Feira Livre Central de Campo Grande, esse livro é o resultado da análise das transformações pelas quais a Feira passou, relacionando-as com as transformações vivenciadas pela própria cidade, aqui entendida não como simples espaço de produção e circulação de mercadorias, mas como organismo vivo que se reconstrói, produzindo múltiplas representações sobre si mesmo. “Conhecer a cidade através da Feira Livre Central, posta como viva em memórias, nas palavras dos entrevistados, foi enxergar Campo Grande nas suas semelhanças e alteridades. O mais relevante foi sentir que nem cidade nem Feira existiriam sem a população, e que elas – a cidade e a Feira – podem ser consideradas patrimônios, que podem ser visitados, mas são profundamente ações humanas. Ainda assim, como eventos sociais se relacionam”. Ano de publicação: 2013 R$:30,00




ERVA-MATE: sistema de produção e processamento industrial (Omar Daniel)

A obra retrata técnicas e procedimentos aplicados por produtores de erva-mate e recomendados por técnicos e cientistas ao cultivo desta planta. Os primeiros capítulos são dedicados à evolução histórica do cultivo e uso da planta em diversos países produtores. Na sequência, o texto oferece detalhes sobre a transformação primária do produto, a secagem e as formas de classificação e padronagem. Também é apresentado um glossário dos termos mais utilizados, além da disponibilização da legislação pertinente. Ano de publicação: 2009 R$:30,00




ERVAIS EM QUEDA: transformações no campo no extremo-sul de Mato Grosso - 1940-1970 (Jocimar Lomba Albanez)

A porção mais meridional do antigo estado de Mato Grosso, sobretudo a partir da década de 1940, passou a integrar-se à expansão da fronteira agrícola, particularmente intensa na área onde foi implantada a Colônia Agrícola Nacional de Dourados (CAND, 1943). Este trabalho busca identificar as particularidades de tal processo num espaço mais específico, aqui denominado por “extremo sul de Mato Grosso”, ou “cone sul” do atual Mato Grosso do Sul. Analisa-se o contexto de declínio da presença da Companhia Matte Larangeira, o impacto das políticas do Estado Novo, o avanço das frentes pioneiras, as relações de trabalho e as transformações ocorridas no meio rural, num período de transição que “prepara” a região para o desenvolvimento ulterior, já mais de acordo com a modernização capitalista do campo e cujas consequências sociais são verificáveis ainda hoje. Ano de publicação: 2013 R$:30,00




ERVAIS, PANTANAIS E GUAVIRAIS: cultura e literatura em Mato Grosso do Sul

Há poesia e muita prosa em Mato Grosso do Sul, que o digam Manoel de Barros e Hélio Serejo, dois gigantes na arte de poetizar o mínimo e elevá-lo a altas esferas metonímicas. Estado de autonomia política relativamente recente, Mato Grosso do Sul possui a “sorte” e o “luxo” de ser dotado de /adotado por líricos e excêntricos (ex-centros ultrafronteiriços de uma eclética periferia) poetas como Raquel Naveira, Flora Thomé, Lobivar Matos e Manoel de Barros, por memorialistas como Demosthenes Martins, Otávio Gonçalves Gomes e Elpídio Reis, e por prosadores do quilate de Hernâni Donato, Maria da Glória Sá Rosa e Hélio Serejo. Essa coletânea apresenta textos e análises da cultura regional, com visões e estilos comentados por pesquisadores das principais universidades do estado (UFMS, UFGD e UEMS). Ano de publicação: 2013 R$:30,00




ESTUDOS CULTURAIS E CONTEMPORANEIDADE: literatura, história e memória (Alexandra Santos Pinheiro e Paulo Bungart Neto - Orgs.)

Esta coletânea se configura como um painel bastante peculiar da literatura comparada e dos estudos culturais, tais como estão sendo propostos nesta primeira década do século XXI e por um grupo de pesquisadores que já, desde há algum tempo, vem produzindo reflexões consideráveis no que diz respeito à cultura brasileira em geral. Adotar este ponto de vista permite pensar o volume que temos às mãos como aquele que, através de ensaios de diferentes vertentes da literatura, memória e história, é capaz de atuar sobre as também diferentes maneiras de compreendê-las na contemporaneidade. Por fim, os trabalhos contemplados no livro dialogam pelo interesse em compreender as práticas culturais que marcaram (e ainda marcam) a identidade brasileira a partir da análise literária, social e histórica. Ano de publicação: 2012 1ª Edição esgotada




ETNOGRAFIA E ICONOGRAFIA NOS REGISTROS DE HÉRCULES FLORENCE DURANTE A EXPEDIÇÃO LANGSDORFF, NA PROVÍNCIA DO MATO GROSSO (SONIA COUTO PEREIRA)

Este livro vem contribuir de forma pontual e oportuna para o diálogo interdisciplinar entre História e Antropologia a partir da temática da imagem. Os desenhos produzidos pelo pintor-viajante Hércules Florence durante a Expedição Langsdorff (1826-1829) são registros etnográficos e iconográficos de uma viagem cercada de encontros e desencontros. Na passagem pela região pantaneira e Bacia do Alto Paraguai, o pintor-viajante teve contato com três grupos étnicos Guaná, Guató e Bororo. A retratação desses grupos seguiu a lógica de um desenhista obcecado pela fixação da imagem e pela curiosidade científica. Identifica-se uma escala de valor entre civilização e barbárie, em torno da qual giram as descrições de práticas culturais, organização social, cultura material e relações interétnicas. Ano de publicação: 2016 R$: 30,00




EXPERIÊNCIAS INTERDISCIPLINARES PARA A CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTOS SOLIDÁRIOS (Marisa Farias; Euclides Oliveira; André Faisting - Orgs.)

Este livro é resultado de experiências coletivas que pautam o trabalho desenvolvido pela Incubadora de Tecnologias Sociais e Solidárias (ITESS/UFGD), envolvendo diversas áreas do conhecimento, financiado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Os capítulos são carregados de significados e representações de saberes estruturados em trajetórias de mulheres e homens trabalhadores/as do campo ou da cidade. Essas pessoas inspiraram projetos de pesquisa e extensão da Universidade Federal da Grande Dourados, geradores das reflexões que serão lidas, interpretadas e reinterpretadas, por cada leitor/a, em cujas mãos esse livro chegar. Ano de publicação: 2013 R$:40,00




FILMANDO EM MATO GROSSO DO SUL: o cinema popular e a formação da identidade regional (Cláudio Benito O. Ferraz e Alexandre A. Neves - Org.)

Os textos apresentados neste livro são originados das intervenções ocorridas no Iº SEMINÁRIO LEITURAS E RELEITURAS - O Cinema Popular e a Formação da Identidade Regional: Filmando no Mato Grosso do Sul, realizado em setembro de 2008. Neles se estabelece o diálogo entre diferentes pesquisadores e disciplinas ao redor do elemento congregador das intervenções, ou seja, a questão da identidade regional, com diferentes interpretações e leituras sobre os filmes de caráter mais popular que tiveram suas imagens registradas numa determinada porção do território. Ano de publicação: 2012 1ª Edição esgotada




FONTES E MÉTODOS EM HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO (Célio Juvenal Costa; José Joaquim Pereira Melo e Luiz Hermenegildo Fabiano - Orgs.)

Pesquisadores de diferentes instituições de ensino superior deixam nessa coletânea contribuições imprescindíveis para pesquisas em História e historiografia da educação brasileira. O uso das fontes é tratado numa perspectiva metodológica que instiga iniciativas nessa área de conhecimento para futuras pesquisas, bem como consolida uma vertente teórica que situa o lastro histórico que permeia princípios educacionais da atualidade. Ano de publicação: 2010 1ª Edição esgotada




FORMAÇÃO DA EMPRESA E RELAÇÕES DE TRABALHO NA AGROPECUÁRIA: O CASO DE AQUIDAUANA

A publicação da presente dissertação atende a uma demanda crescente, sobretudo dos cursos de pós-graduação na área de ciências humanas surgidos nas duas últimas décadas no estado de Mato Grosso do Sul. Há também o interesse de áreas afins por conhecer os primórdios das pesquisas acadêmicas, mas é cada vez maior a demanda pela história da ciência produzida entre nós. É neste contexto e para atender a este público que a Editora da UFGD se propõe a divulgar, em formato de e-book, um trabalho produzido em meados dos anos de 1980.

O texto que ora se divulga é uma cópia fiel da dissertação defendida na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo no ano de 1986, como requisito para obtenção do título de Mestre em Ciências Sociais, área de concentração em Sociologia, sob a orientação do saudoso Professor Octávio Ianni.




FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE PROFESSORES: o múltiplo e o complexo nas práticas educativas (Adair Vieira Gonçalves e Maria Rosa Petroni - Orgs.)

Este volume traz reflexões importantes sobre a formação docente no quadro geral da educação brasileira. Por um lado, discutem-se as bases da formação inicial; por outro, as propostas de formação continuada. Atrelado a esse tópico está o processo de ensino-aprendizagem de leitura e escrita, símbolo de uma “crise educacional” ainda não superada. Nas últimas décadas, um movimento cada vez mais forte estabeleceu-se para minimizar o problema e tentar “devolver a palavra ao aluno”, para que se tornasse sujeito de seu discurso. Um conceito comum em todo o livro é o de interação, perspectiva que permite ao professor e ao aluno colocarem em prática o “princípio dialógico da linguagem” no processo de ensino. Ano de publicação: 2012 1ª Edição Esgotada




FORMAÇÕES SUBJETIVAS. O sujeito à luz da teoria dos discursos​ (CONRADO NEVES SATHLER)

A obra Formações subjetivas: o sujeito à luz da teoria dos discursos, de Conrado Neves Sathler, apresenta uma concepção provinda da virada linguística e proporciona a reflexão sobre o sujeito a partir do discurso. Sathler nos diz que a principal consequência deste ato é poder auxiliar no pensamento da transformação do mundo como texto, pois a psicologia, a psicopatologia, as instituições e os sujeitos aí imbricados são textos em conflito numa nuvem discursiva de linhas densas. É neste sentido que o livro Formações subjetivas nos conduz, levando-nos a pensar as fronteiras vivas dessa nuvem como algo que não possui nem dentro e nem fora. Assim, por meio do texto ora apresentado, refletimos sobre as fronteiras vivas da nuvem discursiva como aquilo que pode ser definido tanto pelo sujeito que está dentro quanto pelo sujeito que está fora de seus limites, levando à geração infinita de percepções distintas. Ano de publicação: 2016 R$:30,00.




Fortalecimento de conselhos escolAres:propostAs e práticAs em municípios sul-mato-grossenses

Este livro contribui para a discussão sobre gestão educacional e fortalecimento dos conselhos escolares nos sistemas públicos de educação. Aborda modelos recomendados e praticados de gestão escolar e de Conselho Escolar e aprofunda o conhecimento de concepções de democracia e de participação que estão associadas a distintos sentidos dados à gestão democrática da educação. Apresenta iniciativas da política brasileira voltada à gestão da educação básica, com especial atenção à caracterização do Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares (PNFCE), e identifica propostas e práticas dos municípios que estivessem voltadas ao fortalecimento dos Conselhos Escolares, com atenção especial a possíveis impactos locais do PNFCE, indicando que o fortalecimento dos Conselhos Escolares não está entre as maiores preocupações das redes escolares municipais da amostra, uma vez que a partir do ano de 2005 elas são basicamente a melhoria do Ideb e a formação de professores.




FRONTEIRAS INVISÍVEIS: AS RELAÇÕES DO BRASIL COM A AMÉRICA LATINA (MARCOS ANTONIO DA SILVA; GUILLERMO ALFREDO JOHNSON – ORGANIZADORES)

Este livro procura discutir as relações do Brasil com a América Latina. Partindo da constatação de que “fronteiras invisíveis” dificultaram o conhecimento e a aproximação com os países da região, apresenta estudos comparados e analíticos da política externa brasileira, procurando compreender as características de tal relação e constatando que, apesar dos avanços, ainda há um longo caminho a percorrer. A obra apresenta: análise dos estudos de relações internacionais e sua colonização por conceitos que dificultam um conhecimento genuíno e próprio do Brasil e da região; análise da integração regional, pensando a aproximação Brasil-Argentina e a criação do Mercosul; debate sobre a atuação brasileira contemporânea e os condicionantes para o aprofundamento do processo de integração regional; análise comparativa das ações do governo Lula e Kirchner, sobre a relação Brasil-Cuba no presente século e sobre a geopolítica brasileira para toda a região. Ano de publicação: 2016 R$: 30,00




GEOGRAFIA E LITERATURA: diálogo em torno da construção da identidade territorial sul-mato-grossense (Robinson Santos Pinheiro)

Quem se arriscaria a entender a geografia e a identidade territorial pelo ângulo da memória e da reconstituição temporal e espacial? Robinson Santos Pinheiro se arriscou... O resultado? Um instigante e revelador estudo sobre o relato A poeira da jornada – Memórias, do pernambucano Demosthenes Martins, político com relevantes serviços prestados a Mato Grosso indiviso e que em suas memórias confessa erros e acertos, estratégias e objetivos, esperanças e desilusões (estas, sobretudo em relação a seu maior adversário político, Pedro Pedrossian), sob o olhar acurado de um geógrafo afeito à literatura. Quem ganha com isso? Simplesmente a literatura, a geografia, a memória e a história do estado. Portanto, leitor, o que esperas para ir direto ao primeiro capítulo e se aprofundar nessa fértil relação literatura/geografia, percebida por poucos e aqui destacada por este jovem pesquisador? Ano de publicação: 2014 R$: 30,00




GEOGRAFIA E NATUREZA: experiências e abordagens de pesquisas (Charlei Aparecido da Silva - Org.)

O texto apresenta propostas metodológicas e/ou estudos que envolvem o tema Natureza, desenvolvidos por pesquisadores vinculados à Universidade Federal da Grande Dourados e à Universidade de Campinas. A concepção de Natureza reflete e refere-se a uma categoria que permite expor as experiências dos pesquisadores dessas duas instituições, geograficamente tão distantes, com realidades muito diferentes, mas que apresentam um conhecimento geográfico convergente no que diz respeito à busca do entendimento da relação homem-natureza e a espacialidade dos fenômenos sociais e naturais advindos disso. Não obstante, esse livro reflete o pensamento de gerações de geógrafos diferentes, com formações diversas, que foram capazes de dialogar entre si para buscar elementos que os unisse no campo da Geografia. Ano de publicação: 2012 R$: 30,00




GÊNEROS TEXTUAIS NA ESCOLA: da compreensão à produção (Adair Vieira Gonçalves)

Com o foco central no ensino da escrita e da (re) escrita, o trabalho se inscreve no âmbito da Linguística Aplicada, trazendo reflexões que auxiliam o docente na árdua tarefa de fazer intervenções na produção escrita dos estudantes. Além da produção de sequências didáticas e da transposição didática para o Ensino Médio, o autor, baseando-se na engenharia didática do grupo genebrino, constrói ferramentas didáticas para o ensino/aprendizagem de gêneros na escola. Em síntese, verifica em que medida a reescrita interativa, por meio da lista de constatações, juntamente com as SDs, pode propiciar maior eficiência comunicativa dos estudantes. Ano de publicação: 2011 R$: 40,00




HABILIDADES SOCIAIS E DESEMPENHO ACADÊMICO: relatos, práticas e desafios atuais (Veronica Aparecida Pereira - Org.)

A presente obra se alicerça na premissa de que habilidades sociais são imprescindíveis à inclusão escolar, sendo instrumento para intervenção e promoção do desempenho acadêmico e social. Comprovadamente, os achados literários da área foram observados na experiência do Programa de Habilidades Sociais (PHS), desenvolvido pela equipe de colaboradores do programa e sua tutora, com a parceria dos professores e alunos das escolas públicas de Dourados-MS. O PHS mostrou-se efetivo na promoção e do desempenho acadêmico para os alunos e na formação bilateral de toda a equipe; mostrou-se ainda importante para a prevenção de problemas comportamentais, principalmente em relação ao bullying. Ano de publicação: 2013 R$: 30,00




HERÓIS NOS LIVROS DIDÁTICOS: bandeirantes paulistas (Manuel Pacheco Neto)

Este livro, oriundo de uma pesquisa financiada pela Capes, busca contribuir para uma compreensão mais aproximada sobre as dimensões alcançadas pelo processo de heroicização do antigo sertanista paulista nas obras de uso escolar. Para tanto, foi levada a cabo uma análise não pouco detalhada, abrangendo livros didáticos – muitos deles raros – escritos desde antes da Proclamação da República, até a primeira década do século XXI. Embora seja constatada, nos últimos vinte anos, uma abordagem mais crítica sobre o desbravador paulista nas obras didáticas, a conotação deste personagem como herói ainda permanece, claramente, no imaginário da maioria dos brasileiros. Ano de publicação: 2011 R$: 40,00




HISTÓRIA DA COMUNIDADE KAIOWÁ DA ALDEIA PANAMBIZINHO - 1920-2005 (Nely Aparecida Maciel)

Este livro trata do processo histórico dos Kaiowá na aldeia Panambizinho, localizada no município de Dourados, Mato Grosso do Sul, no período de 1920 até 2005. O objetivo é analisar o impacto da perda da terra por essa comunidade, através de uma abordagem da história da terra por meio da memória de um número significativo de informantes, trabalhando com a história oral e utilizando a etnoistória, arqueologia e antropologia. A preocupação maior é mostrar a importância do papel desempenhado por este povo na defesa de seu território, mediadores sociais no cenário político que se desenhou a partir da colonização federal na região. Ano de publicação: 2012 R$: 30,00




HISTÓRIAS QUE RECONTAM HISTÓRIA: análise do povoamento, colonização e reforma agrária do sul do Mato Grosso do Sul (Benícia Couto de Oliveira - Org.)

A obra aborda o processo de povoamento, colonização e reforma agrária em Mato Grosso do Sul, principalmente porque esse foi e é marcado pela disputa da terra entre índios, posseiros, empresas extrativistas, fazendeiros latifundiários e trabalhadores rurais sem terra. A luta pela terra no Estado, embora tenha enfrentado todas as adversidades, com avanços e recuos, tem colaborado para a desestruturação de latifúndios, onde tem sido adotada outra dinâmica de relação de trabalho, como, por exemplo, a agricultura familiar. Espera-se contribuir com a discussão sobre o processo de colonização e povoamento e, principalmente, sobre a luta pela terra na região sul-mato-grossense, fronteira entre Brasil, Paraguai e Bolívia. Ano de publicação: 2013 R$: 30,00




IMAGINÁRIO E REPRESENTAÇÃO NA PINTURA DE LÍDIA BAÍS (Paulo Rigotti)

Visando enriquecer o acervo bibliográfico sobre as artes plásticas no estado de Mato Grosso do Sul, este trabalho teve por objetivo principal elaborar um estudo sobre os procedimentos intertextuais e o imaginário pictórico na produção de Lídia Baís. A artista é considerada pioneira das artes plásticas e marco de contemporaneidade no estado de Mato Grosso. Seu acervo pictórico situa-se entre as décadas de 1920 e 1940, momento em que Lídia estabeleceu profícuas relações com artistas representativos no contexto da arte moderna no Brasil. Ano de publicação: 2009 R$: 30,00




IMPACTOS DA AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR (Giselle Real)

Explicitar os impactos que a política da avaliação da Educação Superior, implementada no período de 1995 a 2002, proporcionou a construção da concepção de qualidade junto às instituições de ensino superior é a essência da discussão deste livro, que consiste em tese de doutorado realizada na Faculdade de Educação da USP. As evidências obtidas com a pesquisa apontam para um esgotamento do poder indutor da avaliação na melhoria da qualidade de ensino, na medida em que as instituições vêm procurando atender os padrões de qualidade formais sem, contudo, alterar a essência de sua qualidade. Ano de publicação: 2008 R$: 30,00




INSERÇÃO DOS ATORES SUBNACIONAIS NO PROCESSO DE INTEGRAÇÃO REGIONAL: o caso do Mercosul (Henrique Sartori de Almeida P75rado)

Esta obra apresenta o tema da inserção dos atores subnacionais no processo de integração regional a partir da experiência desses no Mercosul. O texto faz uma análise sobre tal participação nas relações internacionais, através do instituto da paradiplomacia. Também apresenta a evolução histórica, características e desenvolvimento do processo de integração regional e traça um estudo comparativo sobre as limitações constitucionais da participação externa dos governos subnacionais dos Estados-Parte do Mercosul. Por fim, descreve as experiências de integração subnacional no âmbito do Mercosul e a preocupação em legitimar a ação desses atores na esfera internacional. Ano de publicação: 2013 R$: 30,00




INTERFACES CULTURAIS: the Ventriloquist's tale e Macunaíma (Leoné Astride Barzotto)

O livro faz um estudo comparativo entre The Ventriloquist´s Tale, de Pauline Melville e Macunaíma: o herói sem nenhum caráter, de Mário de Andrade. O entrelaçamento das duas narrativas se realiza pelo fato de Macunaíma ser curiosamente o narrador do romance de Pauline Melville e também porque ambas as narrativas permitem um captar de traços paralelos de personagens, histórias, mitos e problemas comuns às realidades guianesa e brasileira. Os dois romances apresentam não somente uma proximidade sociocultural em seus enredos, mas também possibilitam uma reflexão acerca da concepção do sujeito latino-americano, fruto de uma cultura colonizada que se encontra multifacetada, multicultural e miscigenada. Ano de publicação: 2011 R$:40,00. 1ª edição esgotada




JUSTIÇA E CIDADANIA: reflexões sobre o campo normativo moderno (Rafael Salatini; Cristina Pazo; Douglas Policarpo - Orgs.)

O livro tem início com uma abordagem do pensamento de Immanuel Kant, analisado por Norberto Bobbio, sob os temas básicos do pensamento jurídico-político kantiano, como a separação dos poderes, o republicanismo, a paz perpétua, etc. Passa pela possibilidade de compatibilização da ética do discurso proposta por Habermas, quanto ao processo de mediação, com o objetivo de re-estabeler o diálogo entre as partes conflitantes e a temática do acesso à justiça no Brasil atual. Analisa-se os desafios brasileiros quanto à concretização dos direitos humanos, com o objetivo geral de avaliar as críticas pós-modernas à concepção tradicional dos direitos humanos e fundamentais, refletidas com base na diferença e no diálogo. Finaliza-se o texto com as dificuldades de implementação da lei 10.639/03, com abordagens dos temas etnorraciais que lembram a importância das populações negra e indígena na história brasileira. Ano de publicação: 2014 R$: 30,00




LEITURA E ESCRITA NA AMÉRICA LATINA: teoria e prática de letramento (s) (Adair Vieira Gonçalves; Alexandra Santos Pinheiro e Rosa Myriam Avellaneda Leal - Orgs.)

O livro é resultado de discussões realizadas durante o “Quinto Congreso Internacional de la Cátedra Unesco para el Mejoramiento de la Calidad y Equidad de la Educación en América Latina, con base en la Lectura y la Escritura”, ocorrido em junho de 2009, em Caracas-Venezuela. O diálogo com professores universitários da Colômbia, Venezuela, México, Uruguai, Chile, Espanha e Brasil motivou, devido à aproximação dos temas abordados, a organização da presente coletânea. São pesquisas que demonstram uma sintonia entre professores (as) pesquisadores(as) latino- americanos (e do pesquisador espanhol) diante dos questionamentos sobre a urgência de pensarmos formas de suprir as deficiências de crianças e jovens diante da leitura e da escrita. Ano de publicação: 2011 R$:30,00




LEITURAS DE GÊNERO E INTERCULTURALIDADE (Losandro Antonio Tedeschi - Org.)

A coletânea de textos é o resultado de um árduo trabalho de pesquisadores(as) da UFGD e de outras instituições brasileiras e estrangeiras sobre o tema. Os textos demonstram um acúmulo de conhecimento e amadurecimento de diversas metodologias convergentes das ciências humanas e áreas afins. Representam ainda as amplas possibilidades de divulgação do conhecimento e de ações que poderão ser desencadeadas, ao longo do tempo, sob o sopro bem-aventurado de nossa parceria com a UNESCO, por meio da Cátedra “Diversidade Cultural, Gênero e Fronteiras”. Quando lemos, vislumbramos veredas e, por elas, imaginamos criticamente o possível da vida social. Ano de publicação: 2013 R$:40,00




Leituras sobre Mulheres(Alzira Salete Menegat - Org)

A obra apresenta reflexões de pesquisas acerca de possibilidades vividas por mulheres de Mato Grosso do Sul em suas diferentes trajetórias e intervenções sociais, especialmente de mulheres assentadas em projetos de Reforma Agrária.

Nossa intenção foi a de organizar resultados de pesquisas que tivessem referenciais de material pedagógico, e que o mesmo pudesse subsidiar práticas educativas. A reunião de textos de diferentes autores/as com pesquisas sobre mulheres, que vivem em diversos cenários sociais de Mato Grosso do Sul (MS), poderá contribuir para o entendimento de situações vivenciadas pelos/as educadores/as, como também subsidiar novos debates, publicando situações e pessoas, as quais estão na construção de caminhos outros, visando até mesmo à superação da invisibilidade histórica de mulheres ainda presente no tecido social brasileiro.




Literatura - Interseções - Transversões (Paulo Nolasco dos santos e leoné Astride Barzotto - Orgs.)

O XIV Ciclo de Literatura – Colóquio Internacional: “Literatura – Interseções – Transversões” ocorreu na Universidade Federal da Grande Dourados nos dias 27 e 28 de junho de 2012. Este volume reúne trabalhos apresentados no evento, registrando a atuação dos pesquisadores da linha de investigação “Literatura e estudos regionais, culturais e interculturais” do Grupo de Pesquisa Núcleo de Estudos Literários e Culturais, da área de concentração em Literatura e Práticas Culturais do Programa de Pós-graduação em Letras (FACALE/UFGD) e dos que a eles se integraram na ocasião, entre outros convidados especiais. Ano de publicação: 2013 R$:40,00




LITERATURA E ESTUDOS CULTURAIS: ensaios (Alexandra Santos Pinheiro e Zélia Nolasco dos Santos Freire - Orgs.)

A proposta contempla pesquisas que refletem sobre a narrativa memorialística (literária e histórica), com o conceito de representação e com a construção da identidade de gênero, étnica e nacional, em seus diversos pontos de vista. Trata-se de um debate interdisciplinar que, ao abrigar diferentes áreas do saber, também comunga das diferentes abordagens de temáticas caras: a identidade, a memória, o discurso literário, o discurso histórico e a apreensão de práticas culturais. Pesquisadores da França e de diferentes regiões brasileiras: Nordeste, Sudeste, Centro-Oeste e Sul partilham de um interesse comum – pensar acerca das práticas culturais e dos conceitos de identidade e memória. Ano de publicação: 2013 R$: 30,00




LITERATURA E LINGUÍSTICA: práticas de interculturalidade no Mato Grosso do Sul (Marcos Lúcio Góis e Paulo Nolasco - Orgs.)

A obra reúne em coletânea uma produção representativa das reflexões em desenvolvimento por pesquisadores comprometidos com a área de Letras, e, grosso modo, com os saberes literários e linguísticos no estado de Mato Grosso do Sul. O livro está dividido em duas partes: a primeira, representativa da área de literatura, apresenta trabalhos explicitamente voltados para a tematização da literatura sul-mato-grossense. A segunda parte, que traduz as pesquisas realizadas em torno dos estudos linguísticos, aborda a temática regional sob diversas formas de abordagem de lingua(gens), dentro de um universo de discurso próprio. Ano de publicação: 2011 R$: 40,00. 1ª edição esgotada




LITERATURA E PRÁTICAS CULTURAIS (Paulo Nolasco - Org.)

A obra reúne textos de diversos autores, resultantes de temas debatidos no XII Ciclo de Literatura - realizado pela Faculdade de Comunicação, Artes e Letras da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) em 2008. Os debates tiveram como foco a análise dos desdobramentos do fenômeno literário na região da fronteira Brasil-Paraguai e do Pantanal mato-grossense, propondo-se a contribuir para a formação de um quadro de referências sobre o campo da literatura e da cultura na região pólo da UFGD. Visou-se também dinamizar uma reflexão crítica e atualizada de natureza conceitual, que implique a propulsão das práticas acadêmicas. Ano de publicação: 2009 R$: 30,00




LIVRES E POBRES NO CENTRO DA AMÉRICA DO SUL: um estudo sobre os camaradas - 1808-1850 (Divino Marcos de Sena)

A obra analisa a presença, participação e aspectos do cotidiano de trabalho de uma parcela da população livre e pobre, constituída pelos camaradas, no Mato Grosso, entre os anos de 1808-1850, em especial aqueles estabelecidos em ambientes rurais. Num território fronteiriço, formado por ambientes de mineração, urbanos, rurais e militares, homens livres encontraram na ocupação de camarada meios para garantir e/ou complementar a sua subsistência numa sociedade escravista, e contribuíram com a dinâmica do mercado interno regional. Os processos crimes e cíveis, mapas de população, relatos de viajantes, relatórios de presidentes de província, entre outras fontes, fizeram parte do material empírico para o presente estudo. Ano de publicação: 2013 R$: 30,00




LOUCURA(S) E FAMÍLIA(S): Análise de práticas discursivas (Cristine Görski Severo)

Motivado pela Lei n° 10.216, de 6 de abril de 2001 – que propôs um novo paradigma de assistência à saúde mental, visando o fechamento dos manicômios do país – este livro discute a maneira pela qual “loucura” e “família” são produzidas arqueológica e genealogicamente pelo discurso anti-manicomial. A partir de um olhar foucaultiano, analisa tal discurso no que diz respeito à maneira pela qual este reconta/produz, politicamente, a loucura e a família como objetos do saber. Ano de publicação: 2009 R$: 20,00




MARQUEI AQUELE LUGAR COM O SUOR DO MEU ROSTO: os colonos da Colônia Agrícola Nacional de Dourados (CAND) - 1943-1960 (Suzana Batista Naglis)

O livro evidencia o importante protagonismo dos colonos e suas famílias - protagonismo que foi sempre muito além de preconizado nos discursos oficiais da época da criação da Colônia, os quais procuravam exaltar a figura do trabalhador disciplinado e submisso. A riqueza da documentação utilizada permitiu à autora estender-se longamente sobre inúmeros aspectos do dia a dia dos colonos, suas demandas, lutas, iniciativas, estratégias, festas etc. Permitiu-lhe trazer, além disso, novas contribuições para o conhecimento de importantes episódios da história da CAND, como a célebre ocupação da chamada Segunda Zona, situada à margem direita do rio Dourados, e a especulação que rodeava a Colônia, dentre outros eventos. Ano de publicação: 2014 RS: 30,00




MATO GROSSO DO SUL NO CONTEXTO DOS NOVOS PARADIGMAS DE INTEGRAÇÃO E DESENVOLVIMENTO NACIONAL (Adáuto de Oliveira Souza)

Nos anos de 1990, em escala planetária e no Brasil, em particular, ocorreram diversos debates acerca do “Fim do Estado”, que conduziram práticas de governos na Europa, nos Estados Unidos e na América Latina. No cenário das "novas" diretrizes tem início o programa "Avança Brasil", com sua proposta de delimitação regional sustentada nos Eixos Nacionais de Desenvolvimento e Integração. Dentro deste contexto, o autor analisa como o estado de Mato Grosso do Sul foi inserido em tal política, apresentando os projetos estruturados implantados e seus desdobramentos e contradições. Ano de publicação: 2008 R$: 30,00




MERCOSUL E GLOBALIZAÇÃO: dinâmicas e desafios da integração regional (Marcos Antonio da Silva e Guillermo Alfredo Johnson - Orgs.)

Em 2011, o Mercado Comum do Sul (Mercosul) completou duas décadas de existência. Este período pode ser observado pelos avanços obtidos pelo processo de integração regional e pelos limites e os desafios que dificultam sua consolidação e aprofundamento. Este livro realiza um balanço (ainda que parcial) destas duas décadas de existência do Mercosul, procurando entrelaçar duas dimensões. A primeira, estrutural, apresenta uma análise crítica sobre o contexto internacional acima mencionado e retoma elementos do pensamento crítico para refletir sobre os desafios da integração sob o impacto da globalização e seus efeitos. A segunda dimensão, temática e conjuntural, desenvolvida nos três últimos artigos que compõem este texto, refere-se à análise de alguns temas fundamentais da agenda do Mercosul. Ano de publicação: 2014 R$: 30,00




ÑANDE RU MARANGATU: laudo antropológico e histórico sobre uma terra kaiowa na fronteira do Brasil com o Paraguai, município de Antônio João, Mato Grosso do Sul (Jorge Eremites Oliveira; Levi Marques Pereira)

O livro é a publicação de um laudo antropológico e histórico sobre a terra reivindicada por uma comunidade Kaiowa que vive no distrito de Campestre, município sul-mato-grossense de Antônio João, na fronteira do Brasil com o Paraguai. Naquela região, índios da etnia Kaiowa, fazendeiros e trabalhadores rurais disputam judicialmente a posse de uma área identificada pelo órgão indigenista oficial como a Terra Indígena Ñande Ru Marangatu. Por ser um estudo de natureza técnico-científica encomendado pela Justiça Federal em Mato Grosso do Sul, a obra trata de um assunto bastante polêmico na atualidade, que tem despertado interesse de um público cada vez maior. Ano de publicação: 2009 1ª Edição Esgotada




NO CORAÇÃO DO PANTANAL: assentados na lama e na areia (Alzira Salete Menegat)

A obra apresenta uma reflexão sobre as contradições existentes entre a prática do Estado e os interesses dos assentados, surgidas no decorrer do assentamento de famílias no Projeto Taquaral, em Corumbá (MS). A reorganização do projeto gerou inúmeras contradições e exigiu até mesmo rupturas com projetos formulados enquanto as pessoas se colocavam como demandantes de terras. Quando as famílias assentadas conquistaram a terra, tiveram que empreender nova luta para efetivar a estrutura básica: de agricultores, tornaram-se pastores. Ano de publicação: 2009 1° Edição Esgotada




O BINÓCULO E A PENA: a construção da identidade mato-grossense sob a ótica virgiliana: 1920- 1940 (Gilmara Yoshihara Franco)

O célebre escritor Virgílio Corrêa Filho tornou-se, ao longo do século passado, referência obrigatória para os pesquisadores da história de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Sua vasta obra começou a ser escrita em um período marcado por intensas lutas pelo controle do poder político em Mato Grosso e constitui importante referencial para se compreender os laços de pertencimento que passaram a caracterizar a identidade mato-grossense. O livro tem por objetivo revelar características dessa construção identitária presente em trabalhos publicados pelo escritor entre os anos de 1920 e 1940. Ano de publicação: 2009 R$: 30,00




O ESPAÇO E O VENTO: olhares da migração gaúcha para Mato Grosso de quem partiu e de quem ficou (Jones Dari Goettert)

A partir de uma abordagem das narrativas e representações de mulheres e homens do município de Rondonópolis/MT e de cidades do sul do Brasil – gente que participa da mobilidade capitalisticamente produzida – o autor faz uma análise do contexto da migração e da relação entre os sujeitos dos lugares chegados e deixados. Apresenta as histórias e perspectivas deste povo, seus sonhos, sucessos, incertezas, frustrações e saudades, sob um foco que transcende a barreira do tempo e do espaço. Ano de publicação: 2008 R$: 40,00




O ESPAÇO URBANO EM REDEFINIÇÃO: cortes e recortes para a análise dos entremeios da cidade (Maria José Calixto - Org.)

Resultado de pesquisas sobre a realidade de Dourados/MS na escala intraurbana, os textos contêm importantes contribuições para analisar os diferentes espaços da cidade e suscitam apreender os movimentos e as formas que se sobrepõem, relacionam-se e se articulam no processo de produção do ambiente urbano. De forma ímpar, desconstroem o pensamento único sobre a cidade, apontando contradições e conflitos e revelam, com clareza, os vínculos econômicos, políticos, sociais e espaciais da dinâmica da urbanização. Ano de publicação: 2008 R$: 30,00




O GOVERNO LOCAL NA FRONTEIRA OESTE: a rivalidade entre Cuiabá e Vila Bela no século XVIII (Nauk Maria de Jesus)

A obra analisa as divergências entre a Vila Real do Senhor Bom Jesus do Cuiabá (1727) e Vila Bela da Santíssima Trindade (1752) em torno da capitalidade da Capitania de Mato Grosso. A rivalidade entre as duas vilas envolvia as disputas pelos privilégios dos cidadãos da cidade de São Paulo e o controle das rendas provenientes do arraial de São Pedro D'El Rei (1787), atual Poconé. Ano de publicação: 2011 R$: 30,00




O nível médio de escolarização(Rosemeire de Lourdes Ziliani - Org)

A coletânea reúne textos de professores pesquisadores que participaram de um Ciclo de Palestras inseridos em projeto de extensão desenvolvido na Universidade Federal da Grande Dourados, em 2011. Coloca em questão o nível médio de escolarização, buscando enfocar sua história e temáticas contemporâneas que permeiam a formação da juventude. Os capítulos enfocam temas da história do ensino secundário/médio no estado de Mato Grosso do Sul e no Brasil, incluindo: a formação de professores no curso Normal e na habilitação Magistério; temas geradores nas aulas de educação física; a inclusão no ensino médio; e a relação entre educação e trabalho no dispositivo de escolarização. Traz ainda depoimento de uma professora de língua portuguesa, enfocando sua trajetória no trabalho de leitura/escrita nesse nível de ensino. Trata-se de diferentes problematizações sobre o nível médio de escolarização e de como cada um, sujeito da educação, tem contribuído para a formação da juventude. É mais um convite ao exercício do pensamento e uma preocupação com os jovens em nossa sociedade.




O PATRIMÔNIO AMBIENTAL URBANO DE CORUMBÁ-MS: IDENTIDADE E PRESERVAÇÃO (JOELSON GONÇALVES PEREIRA)

Nesta obra o pesquisador Joelson Pereira desenvolve uma análise sobre o processo de construção da cultura material em Corumbá-MS, identificando a coexistência de duas realidades produzidas pela estrutura social da cidade: por um lado, seu centro antigo representa um produto qualificado de urbanização produzido entre o final do século XIX e início do XX, e reconhecido como Patrimônio Histórico Nacional; por outro, as novas relações com o urbano constituem um desafio à preservação desse patrimônio e à construção de uma urbanização de qualidade ambiental na periferia. Assim, com o suporte do planejamento urbano e visando à promoção do desenvolvimento local, este livro contribui para a reflexão sobre o papel da cultura material e a importância de sua preservação para a definição da identidade urbana. Ano de publicação: 2015 R$: 30,00




OLHARES SOBRE A CONSTITUIÇÃO DO SUJEITO CONTEMPORÂNEO: cultura e diversidade (Edgar Nolasco; Rita de Cássia Limberti; Vânia Maria Guerra - Orgs.)

Este livro trata basicamente de questões relacionadas ao funcionamento da linguagem e procura dar uma visão panorâmica de algumas das atuais possibilidades de estudo nas diferentes Ciências da Linguagem, bem como possíveis diálogos entre estas ciências e as demais humanidades. Os trabalhos aqui reunidos são o resultado de pesquisas realizadas no âmbito de três programas de mestrado da região centro-oeste: da Universidade Federal da Grande Dourados (Letras) e da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (Estudos de Linguagens e Letras). Embora sob o termo genérico de “humanidade” possamos reconhecer uma série de características biológicas, funcionais, psíquicas, comuns a todos os humanos, é sempre de maneiras diferentes que essas determinações são incorporadas, (re)trabalhadas pelas diversas culturas e momentos históricos, sob a forma de costumes, de representações, de formas de encarar o mundo, de definir sua existência e, no caso que nos interessa aqui, de organizar e valorar as atividades humanas e as suas linguagens. Ano de publicação: 2013 R$: 30,00




OLHARES SOBRE OS ASSENTAMENTOS DE REFORMA AGRÁRIA EM MATO GROSSO DO SUL: resultados de experiência do curso de Licenciatura em Ciências Sociais - UFGD/ PRONERA (ANDRÉ LUIZ FAISTING e WALTER MARSCHNER – ORGS.)

A presente coletânea reuniu os trabalhos de conclusão do curso de Licenciatura em Ciências Sociais da UFGD-PRONERA. Oferecido em turma única para 56 pessoas oriundas dos assentamentos rurais de Mato Grosso do Sul, o curso teve início em julho de 2008 e foi resultado de parcerias estabelecidas entre a UFGD, o INCRA, os movimentos sociais rurais sul-mato-grossenses e o MDA/PRONERA. Os/as acadêmicos/as assentados/as são procedentes de 33 assentamentos de reforma agrária, localizados em diferentes regiões do estado, que abrangem 18 municípios. Os trabalhos aqui reunidos registram a realidade do campo de praticamente todo o Mato Grosso do Sul, na medida em que as análises revelam a situação de diferentes regiões, cumprindo um importante papel na produção e divulgação deste cenário. Ano de publicação: 2015.




OS SABERES DOS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: o percurso de uma professora (Maria Aparecida Rezende)

O livro é um convite às reflexões direcionadas às ações pedagógicas da docência de Educação de Jovens e Adultos. O objetivo da pesquisa foi investigar quais saberes a professora da EJA constrói no cotidiano de sua prática educativa na turma em que atua, bem como compreender como ela consegue resolver as problemáticas pedagógicas que surgem durante o seu trabalho em sala de aula. Ano de publicação: 2008 R$: 30,00




OS TERENA DE BURITI: formas organizacionais, territorialização e representação da identidade étnica (Levi Marques Pereira)

Através do estudo de caso da população da reserva de Buriti, este livro procura contribuir para o conhecimento acerca da formação social terena, de suas demandas e estratégias políticas para a viabilização de figurações sociais nas condições históricas atuais. Do ponto de vista acadêmico, amplia a reflexão sobre diversos aspectos das descrições acerca das formas de expressão cultural terena, disponíveis na bibliografia etnográfica sobre essa população. A atenção está centrada no desenvolvimento do enfoque antropológico de temas relativos à organização social, à etnicidade e aos processos de territorialização. Ano de publicação: 2009 R$: 30,00




PACIFISMO E COOPERAÇÃO NAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS: teoria e prática (Rafael Salatini e Henrique Sartori Prado - Orgs.)

O presente livro foi idealizado a partir de uma crescente demanda intelectual de acadêmicos, professores e pesquisadores que atuam na área das Relações Internacionais e do Direito Internacional, mais especificamente na Faculdade de Direito e Relações Internacionais da Universidade Federal da Grande Dourados (FADIR-UFGD), congregando o esforço intelectual de alguns de seus professores. Contribuem professores da Faculdade de Ciências Humanas da mesma Universidade (FCH-UFGD), como também da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e da Universidade de Brasília (UnB). Vivemos um momento em que a paz e a cooperação internacional se inserem cada vez mais na agenda das relações interestatais, principalmente nas últimas décadas. Este livro não tem a pretensão de esgotar o tema, mas de trazer à luz alguns importantes argumentos que servirão para a condução de uma discussão mais profunda. Esperamos que esta leitura estimule a análise e a pesquisa. Ano de publicação: 2013 R$: 30,00




PARTILHAR O SABER: FORMAR O LEITOR (Valéria Pereira e Nilton Ponciano)

As reflexões apresentadas neste livro convidam o leitor a percorrer as páginas como um visitante que percorre uma cidade – neste caso, o município de Fátima do Sul/MS. Aqui, munidos de um sólido arsenal teórico, da história e da literatura, os pesquisadores escolheram desvelar (ou revelar) uma cidade, cujo surgimento se deu no contexto de expansão da fronteira agrícola em meados do século XX, a partir das lembranças e percepções de pessoas que nela nasceram e nela vivem. Abre-se, assim, uma porta para o leitor que queira conhecer muito mais que o núcleo urbano que surgiu às margens do rio Dourados. Ano de publicação: 2012 R$: 30,00




Peteĩha jechuka katupyry ñe’ẽ poty guaraníme: poesia guarani (Áurea Rita de Ávila Ferreira e Francisco Vanderlei Ferreira da Costa - Orgs.)

Esta obra é resultado do Concurso de Poesia realizado com a comunidade Guarani e Kaiowá do Mato Grosso do Sul. É composta por poemas de estudantes do Ensino Fundamental e Médio, além de outros sujeitos da comunidade. Esta publicação contou com apoio do Proext/MEC 2010. Ano de Publicação: 2013 R$: 20,00. 1ª edição esgotada




PINTANDO UMA IMAGEM: Nossa Senhora Aparecida 1931 - Igreja e Estado na construção de um símbolo nacional (Andréa Queiroz Alves)

Um texto revela caminhos percorridos, mas apresenta também a trajetória pessoal e profissional dos autores. É o que ocorre neste livro sobre a construção de um símbolo nacional, Nossa Senhora Aparecida, consagrada Padroeira do Brasil em 1931. Por meio do conceito de representações elaborado por Henri Lefebvre, a autora se posiciona em relação ao objeto histórico, considerando-o como um objeto de construção e não como uma história positivista poderia supor. A força da formação de artista permitiu-lhe amalgamar em um mesmo texto ou tela a expressividade e o talento com o rigor e a orientação do ofício do historiador. Ao final, a Imagem da Santa que se tornou um dos principais instrumentos da luta política e religiosa da Igreja nas primeiras décadas do século XX emerge em novas elucidações, em novos conhecimentos, que a autora nos brinda com suas análises e seus pincéis. Ano de publicação: 2013 R$:30,00




POLÍTICA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA NO BRASIL NO GOVERNO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO - 1999-2001 (Paulo Gomes Lima)

Por meio da rememoração do desdobramento das políticas de C&T no Brasil, o pesquisador desenvolveu algumas observações e encaminhamentos possíveis para o setor de C&T&I como um olhar em construção, próprio da opção metodológica e com posicionamentos assumidos, atentando para contribuições futuras que venham a se constituir. Vale ressaltar que a grande ênfase no todo do trabalho foi a análise da coerência interna e externa entre o discurso do governo FHC e a operacionalização do mesmo para o setor de C&T&I no período de suas duas gestões. Fica como desafio a continuidade de outros estudos sobre a temática nos governos posteriores do Brasil e a projeção internacional das PCTs. Ano de publicação: 2014 R$:30,00




POLÍTICA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA: países desenvolvidos, América Latina e Brasil (Paulo Gomes Lima)

O livro aborda o desenvolvimento das Políticas de Ciência e Tecnologia nos países desenvolvidos e suas formas históricas de apoio. Analisa comparativamente o desenvolvimentos das PCTs destes com o caso da América Latina e as ações concorrenciais para seu atraso histórico, bem como lança um olhar sobre o desenvolvimento de ciência e tecnologia no Brasil, situando a década de 1960 como marco e auferindo o governo de Itamar Franco, depois de passar ponto a ponto pelas gestões anteriores. Ano de publicação: 2009 1° Edição esgotada




POLÍTICA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA no Brasil no Governo Fernando Henrique Cardoso - 1995/1998 (Paulo Gomes Lima)

Este trabalho é um convite para problematização da Política de C&T na atualidade que deve ser planejada tendo em vista a totalidade social e econômica do país, sem minorizar a sua finalidade: promover o acesso e universalização de seus benefícios a todos os cidadãos, âmbito tão defendido e tão marginalizado na sociedade brasileira. Numa tentativa de desdobrar o “novelo” que marcou as Políticas de Ciência e Tecnologia no governo FHC em sua primeira gestão, organizamos este livro em duas partes. A primeira parte percorre a trajetória explicitada do discurso de FHC sobre a C&T, planejamento e ações de PCTs afinadas com o mercado. A segunda parte corresponde a uma imersão às políticas de C&T no governo FHC, trazendo à luz o quadro de PCT pós-Itamar Franco, as políticas públicas para o setor de C&T, as fontes de financiamento e gastos para C&T na primeira gestão FHC bem como e o quadro da C&T que se projetaria na segunda gestão de seu governo. Ano de publicação: 2011 1ª Edição Esgotada




POLÍTICAS E MONITORAMENTO DA QUALIDADE DO ENSINO FUNDAMENTAL: cenários municipais (Dirce Nei Freitas e Giselle Martins Real - Orgs.)

Em comemoração aos seus dez anos de existência, o Grupo de Estudos e Pesquisas “Estado, Política e Gestão da Educação” (Gepge) publicou o presente livro, cujos capítulos apresentam parte dos resultados de um estudo exploratório realizado, em rede, por equipes de pesquisadores em educação da Universidade de São Paulo (USP), da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e da Universidade Estadual do Ceará (UECE), nos anos 2009 e 2010. O tema nele abordado contempla um dos principais desafios brasileiros na atualidade: o de melhorar a qualidade do seu ensino fundamental.Ano de publicação: 2011 1ª Edição Esgotada




POVOS INDÍGENAS EM MATO GROSSO DO SUL: HISTÓRIA, CULTURA, TRANSFORMAÇÕES SOCIAIS (GRACIELA CHAMORRO; ISABELLE COMBÈS - ORGANIZADORAS)

A presente obra é uma compilação de artigos sobre os povos indígenas do atual estado de Mato Grosso do Sul e as áreas geográficas contíguas. Para os onze povos indígenas atualmente assentados no estado – Terena e Kinikinau, Kaiowá e Guarani, Kadiwéu, Ofaié, Guató, Chamacoco e Ayoreo, Atikum e Camba –,pretende-se apresentar um compêndio de sua história esquecida, desprezada ou ignorada; para a população não indígena, a outra cara de sua história; para docentes e estudantes, um material de estudo para sua formação na história indígena da região. Neste particular, objetiva-se um aporte para a implementação da lei 11645, de 2008, que torna obrigatório o ensino da história e cultura indígenas em todos os estabelecimentos de ensino fundamental e médio, públicos e privados, do país, no âmbito de todo o currículo escolar, em especial nas áreas de educação artística, de literatura e história brasileira. Os textos refletem o estado do nosso conhecimento na atualidade, ao mesmo tempo em que evidenciam seus vazios e primeiras tentativas de síntese em alguns casos. Longe de pretender ser exaustivo, este livro é um ponto de partida para maiores investigações e um passo em prol do diálogo intercultural e da paz na região. Ano de publicação: 2015.




Produção do espaço regional( Maria José Martinelli Calixto e Valéria Ferreira da Silva - Orgs)

Esta obra, composta por contribuições de diferentes autores, tenta contemplar análises e reflexões sobre uma cidade média: Dourados-MS. Congrega um conjunto de ideias resultantes de Dissertações de Mestrado e Monografias de Graduação desenvolvidas no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Geografia e do Curso de Graduação em Geografia da Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD.

Dada as grandes transformações vivenciadas pela sociedade brasileira, os desafios de leitura da realidade apontam para novas relações e articulações. Nessa perspectiva, Dourados apresenta contradições decorrentes das formas diferenciadas de acesso à terra, que redefine e reforça o quadro de desigualdades, reveladas, por exemplo, nas áreas de ocupação existentes no interior da cidade, na criação de novas centralidades, nas novas formas de produção no campo e consequente mudanças nos papéis urbanos e regionais.




Protestantismo à moda Terena (GRAZIELE ACÇOLINI)

Graziele Aççolini, em sua obra Protestantismo à moda Terena, nos apresenta um estudo sobre o contato dos índios Terena de Mato Grosso do Sul com a sociedade envolvente. A partir desse envolvimento e das particularidades em relação aos agentes de contato e ao campo social, a autora demonstra que vários elementos culturais constitutivos dessa sociedade foram não só alterados como também incorporados a essa lógica. Estudando o caso da igreja Uniedas da aldeia Bananal, Aççolini demonstra que a ideologia religiosa protestante vivenciada pelos Terena nos dá pistas relevantes sobre a reelaboração da identidade étnica e a reconstrução constante de alteridades na contemporaneidade desse povo indígena. Ano de publicação: 2015 R$:30,00.




QUANDO O MST É NOTÍCIA (Isabela Schwengber)

Composto a partir de um trabalho de mestrado, o livro transita pelas áreas da História e do Jornalismo ao analisar a repercussão pública da luta pela terra, mediada pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST), no período de 1995 a 2000. A autora escolheu os anos de grande popularidade deste movimento na mídia para estudar como o assunto foi retratado nos dois principais jornais sul-mato-grossenses, “O Progresso” e “Correio do Estado”, sempre contextualizando os fatos locais com a conjuntura nacional. Ano de publicação: 2008 R$:30,00




RELAÇÕES DE GÊNERO: dilemas e perspectivas (Marisa de Fátima Lomba de Farias)

As reflexões apresentadas nesta obra resultaram do I Seminário Relações de Gênero: dilemas e perspectivas, realizado em março de 2007. O evento foi organizado pela Universidade Federal da Grande Dourados em parceria com a Coordenadoria de Políticas Públicas para Mulheres e com o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher. Com este livro, os/as pesquisadores/as intencionam espalhar, com toda a intensidade, construções teóricas que possam se lançar por caminhos diversos, iluminar os becos e chegar aos lugares bem mais cedo do que se espera, antes que seja tarde para uma transformação significativa nas relações de gênero. Ano de publicação: 2009 1ª Edição Esgotada




RELAÇÕES INTERNACIONAIS E DIREITO: estudos multitemáticos (Helder Baruffi; Rafael Salatini; Verônica Bezerra Guimarães - Orgs.)

Do esforço conjunto dos professores de Direito e Relações Internacionais da FADIR (UFGD), através das suas pesquisas e práticas educacionais, surgiu a reunião dos artigos organizados neste livro, que conta também com a participação de professores convidados. Espera-se, desta forma, contribuir para a difusão do conhecimento do Direito e das Relações Internacionais, por meio desses estudos multitemáticos. Ano de publicação: 2010 R$:40,00




RELIGIÕES E IDENTIDADES (Jérri Roberto Marin - Org.)

Esta coletânea começou a ser concebida durante a organização do III Simpósio Internacional sobre Religiosidades, Diálogos Culturais e Hibridações, realizado em abril de 2009. Na ocasião, vários intelectuais debateram um elenco de questões teóricas e metodológicas importantes para o avanço dos estudos interdisciplinares e das pesquisas sobre religiões, religiosidades, identidades, diálogos culturais e hibridações. Os artigos refletem preocupações recentes do debate acadêmico e apresentam uma abordagem plural e rica em conteúdos. Revelam que os estudos dos fenômenos religiosos são oportunos e atuais e que sempre haverá muito a estudar sobre esses campos. O desafio é iluminar, sob novos ângulos, questões e problemas de nosso tempo, sem excluir o prazer da leitura. Ano de publicação: 2012 R$:40,00




REPRESENTAÇÕES DA VIOLÊNCIA E DA PUNIÇÃO NA JUSTIÇA INFORMAL CRIMINAL (André Luiz Faisting)

No contexto mais amplo do processo contemporâneo de informalização da justiça, o Juizado Especial Criminal – criado através da lei 9.099/95 – não apenas alterou a dinâmica interna do Poder Judiciário, mas também suscitou novos debates acerca da lógica de funcionamento do sistema de justiça. Este livro é resultado de uma pesquisa de doutorado e desenvolve, a partir de um estudo de caso, uma análise das formas de representação da violência e da punição que se manifestam nas audiências preliminares de conciliação, base na qual opera a “justiça informal” criminal no Brasil. Ano de publicação: 2009 R$:30,00




REVELANDO O INVISÍVEL: o mundo no trabalho na atividade turística em Bonito - MS (Gilson Kleber Lomba)

O que veremos nesta obra é a tentativa de se fazer uma interpretação geográfica crítica acerca do mundo do trabalho na atividade turística, partindo de coleta de dados empíricos referente ao município de Bonito-MS - conhecido no cenário nacional e internacional como lugar com grandes potencialidades turísticas - e aos trabalhadores locais. O turismo, enquanto atividade econômica “moderna”, tem no seu sentido inverso a criação de uma série de impactos negativos ligados diretamente a este setor da economia. Nesse contexto, este livro se propõe a apresentar o mundo dos opostos revelado pela territorialização da atividade turística em Bonito. Ano de publicação: 2013 R$:30,00




SABERES DA TERRA: teoria e vivências (Alexandra Santos Pinheiro; Losandro Antonio Tedeschi e Walter Marschner - Orgs.)

Enfrentando desafios, dificuldades e, ainda, acumulando conquistas, o programa “Projovem Campo - Saberes da Terra” inaugura a década de 2011 em expansão. Esta coletânea oferece um conjunto de textos, que tratam especialmente da formação de educadores e educadoras no âmbito do programa ProJovem Campo – Saberes da Terra. Expõe uma pluralidade de sujeitos e de práticas e assume atitude de tolerância à diversidade, atributo tanto de uns quanto das outras. Diversidade quanto ao fazer educação, quanto às orientações pedagógicas que esse fazer incorpora, e quanto às reflexões que provocam em seus protagonistas e demais pessoas que se preocupam com a educação do campo e com a educação em si. Ano de publicação: 2012 R$: 40,00




SABERES EM CONSTRUÇÃO: experiências coletivas de sem terras e a Universidade Federal da Grande Dourados (Alzira Menegat; Marisa Farias; Walter Marschner - Orgs.)

Este trabalho foi idealizado para trazer reflexões acerca do curso de Licenciatura em Ciências Sociais/ PRONERA – o primeiro do Brasil – criado em 2008 por meio de parcerias com movimentos sociais e direcionado aos/às moradores/as de assentamentos rurais de Mato Grosso do Sul. A obra também registra a conquista da educação do campo como um “direito concreto e histórico”, resultado de processos de reivindicação nascidos das experiências e percalços vividos por pessoas em acampamentos, em busca de um lugar melhor para viver. Ano de publicação: 2009 1ª Edição Esgotada




SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO LOCALIZADA (Guilherme Augusto Biscaro - Org.)

Resultado de mais de cinco anos de atividades de ensino e pesquisa na área de irrigação, esta obra complementa um outro livro publicado anteriormente pela EdUFGD sobre o tema irrigação (Sistemas de Irrigação por Aspersão, 2009) e visa detalhar, didaticamente, os conhecimentos e atividades relacionadas à irrigação localizada, além de apresentar novas metodologias de campo. Trata-se de uma obra que completa o ciclo de informações necessárias para dimensionar os sistemas de irrigação pressurizada. Ano de publicação: 2014 R$40,00




SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO POR ASPERSÃO (Guilherme Augusto Biscaro)

Destinado principalmente aos profissionais e interessados na área de ciências agrárias, o livro aborda as principais características técnicas dos sistemas de irrigação por aspersão de maneira clara, prática e objetiva, propondo e resolvendo exercícios. Também são apresentados alguns métodos simples de determinação de parâmetros de campo, além de características específicas de componentes essenciais do sistema de irrigação. Em todo o livro são apresentadas fotos e ilustrações que permitem ao leitor visualizar cada situação. Ano de publicação: 2009 1° Edição esgotada




SOBRE PROCESSOS CIVILIZADORES: diálogos com Norbert Elias (Magda Sarat e Reinaldo dos Santos - Orgs.)

A coletânea é resultado de um conjunto orquestrado de textos que vêm sendo discutidos à luz das teorias dos processos civilizadores. As abordagens de cada “nota” ou “pedra” – seguindo a metáfora de Norbert Elias – constitui-se com referenciais aportados nos diferentes campos científicos: diálogos fundados na Sociologia, na História, na Pedagogia, na Educação Física, na Economia, na Literatura, na Psicologia, na Geografia e na Educação em diferentes níveis. Todas estas “notas” ou “pedras”, procurando diálogos com Elias, pretendem compreender a sociedade de indivíduos, à qual todos pertencemos, e responder às investigações em diferentes configurações. Ano de publicação: 2012 1ª Edição Esgotada




SOIS COMO DEUSES: textos de teologia e literatura (Salma Ferraz; Jérri Roberto Marin e Raphael Novaresi Leopoldo - orgs.)

Sois como Deuses reúne textos de pesquisadores de Teologia e Literatura, especificamente daqueles que participaram do Simpósio de Teologia e Literatura: estudos comparados, realizado durante o III Simpósio Internacional sobre Religiosidade, Diálogos Culturais e Hibridações, que ocorreu em Campo Grande entre 21 e 24 de abril de 2009, promovido pela Universidade Federal de Mato Grosso de Sul (UFMS). Esta publicação vem se reunir às outras obras já publicadas de autoria de Salma Ferraz, abrangendo a grande área genericamente denominada de Teopoética. Ano de publicação: 2013 R$:30,00




TEMAS SEDICIOSOS E CRIMINOLÓGICOS (GUSTAVO DE SOUZA PREUSSLER, LUCIMARA RABEL – ORGS.)

Na pós-modernidade a Questão Criminal tem ocupado grande espaço. Tanto o senso comum – imaginário coletivo – como o saber acadêmico preocupam-se com o problema das criminalizações. O presente trabalho, multifacetário, vale-se de diversos argumentos a se chegar em um denominador comum: a exclusão globalizante das massas desvalidas. Se no pré-positivismo – Inquisição – as feiticeiras eram levadas à fogueira, atualmente são os excluídos do banquete do Capital os alvos a serem eliminados pelo cárcere. Não obstante as diversas argumentações sobre a questão indígena, a violência de gênero, a banalização do mal em determinados crimes (econômicos), a cidadania negativa, todas versam sobre o processo excludente da atualidade. Isto justifica o rico estudo com participação dos pesquisadores Eduardo Baker, Éllen Cristina Carmo Rodrigues, Gustavo de Souza Preussler, Lucimara Rabel, Simone Becker e Gabriel Fiel Lutz. O presente livro coletivo é decorrência do Grupo de Pesquisa do CNPq: "Sistema Penal e Direitos Humanos", coordenado pelo Prof. Dr. Gustavo de Souza Preussler da UFGD-FADIR.​ Ano de publicação: 2016 R$: 30,00​




TEMPOS DIFERENTES, DISCURSOS IGUAIS: a construção histórica do corpo feminino (Ana Maria Colling)

A história das mulheres é uma história recente. Os homens descreveram-nas, foram seus porta-vozes, e com este procedimento as enclausuraram, tornando-as invisíveis. Por este motivo, é necessário que a história geral passe a ser entendida como resultado de interpretações, de representações, que têm como fundo relações de poder. Essa pesquisa demonstra em textos diferenciados que o corpo feminino não foi simplesmente uma construção (exclusivamente) histórica, mas filosófica, médica, pedagógica, psicológica, jurídica. Tais práticas discursivas e não discursivas, como nos ensina Michel Foucault, articulam-se de uma maneira às vezes imperceptível, mas, no final, todas receitam o que é ser homem, o que é ser mulher, e os papéis sociais designados a ambos: descrevem como se fazem as mulheres em determinada cultura; como se faz um corpo sexuado feminino. Ano de publicação: 2014 R$:30,00. 1ª edição esgotada




TEMPOS E ESPAÇOS CIVILIZADORES: diálogos com Norbert Elias (Jones Dari Goettert; Magda Sarat - Orgs.)

A obra reúne produções de pesquisadores da área das Ciências Humanas, que se baseiam no livro “O Processo Civilizador”, de Norbert Elias – um dos sociólogos de maior destaque do século XX – para discutirem questões que perfazem desde os movimentos "descivilizadores" às relações complexas entre estabelecidos e outsiders. O livro está dividido em duas partes: a primeira centraliza-se na produção-invenção do tempo, e a segunda na produção-invenção do espaço. Ano de publicação: 2009 1ª Edição Esgotada




TEORIA LITERÁRIA E HERMENÊUTICA RICCEURIANA: um diálogo possível (Adna Candido de Paula e Suzi Frankl Sperber - Orgs.)

Os textos aqui reproduzidos representam falas de estudiosos das obras de Paul Ricœur, ou de temas sobre os quais o filósofo se debruçou, durante o Simpósio de Teoria Literária e Hermenêutica Ricœuriana, realizado em 2008 na Universidade Estadual de Campinas. O ponto central do livro se pauta pelo diálogo interdisciplinar, filosofia que amplia o entendimento do papel da teoria literária e a importância da hermenêutica para um melhor discernimento dos limites ou dos não-limites da interpretação literária. A aposta no diálogo entre as teorias literárias se apresenta como um paradigma de enriquecimento do discurso interpretante que respeita o texto literário em sua natureza heterogênea, o que, por si só, já legitima esse procedimento. Ano de publicação: 2011 R$:40,00




TERRA INDÍGENA BURITI: perícia antropológica, arqueológica e histórica sobre uma terra terena na Serra de Maracaju, Mato Grosso do Sul (Jorge Eremites de Oliveira e Levi Marques Pereira)

A publicação resulta de um laudo judicial produzido em 2003, cuja execução foi determinada pela Justiça Federal em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Nele, os autores concatenam procedimentos teórico-metodológicos comuns aos campos da antropologia sociocultural, arqueologia e história, com vistas ao esclarecimento de uma série de quesitos apresentados pelo Juízo e pelas partes envolvidas no litígio pela posse de terras na região serrana de Maracaju. Trata-se de um estudo complexo que envolve a reivindicação de direitos territoriais por parte de uma comunidade Terena, cujo tema central remete à ampliação dos limites da Terra Indígena Buriti, de 2.090 para 17.200 hectares, localizada nos municípios de Dois Irmãos do Buriti e Sidrolândia. Ano de publicação: 2012 1ª Edição Esgotada




TERRA MADURA YVY ARAGUYJE: fundamento da Palavra Guarani (Graciela Chamorro)

Os povos chamados Guarani enfrentam o cerco da civilização ocidental bebendo de suas próprias fontes de saber, examinando-as e reformulando-as a partir de suas tradições e da religião que intentou e intenta colonizar suas almas. Este livro registra aspectos desse exercício de criatividade e persistência. Nele, também a sociedade não indígena é desafiada, com objetividade e empatia, a ouvir os testemunhos contemporâneos de ansiedade e esperança desses povos. Sendo a reflexão indígena diferente do pensamento cristão dominante no continente americano, a obra vem enriquecer o acervo da Teologia Índia e o Diálogo Intercultural sobre Deus e seres humanos. Ano de publicação: 2008 1ª Edição Esgotada




TERRITÓRIO E REESTRUTURAÇÃO PRODUTIVA NA AVICULTURA (Márcia Yukari Mizusaki)

Fruto da tese de doutorado da autora, defendida em 2004, esta obra toma como base o estudo da avicultura de corte em escala industrial no estado de Mato Grosso do Sul. A partir do conceito de território, analisa mediações que perpassam o modo industrial de produção, como a contraditória relação do camponês com a indústria, por exemplo. Considera que a particularidade da terra como meio de produção produz relações específicas no campo, o que demonstra analisando o processo de reestruturação produtiva desenvolvido no setor. Ano de publicação: 2009 R$:40,00




TERRITÓRIOS MIGRANTES: Transterritorialização e identidades em Francisco Beltrão/PR

Apresenta-se nesse livro uma análise geográfica das migrações para, no e do município de Francisco Beltrão de caboclos, gaúchos, catarinenses e “paranaenses”. A partir da periodização e/ou empiricização do tempo analisa-se, entre 1900 e 1940, a migração cabocla para o Sudoeste paranaense; entre 1940 e 1970, a migração gaúcha e catarinense para Sudoeste paranaense e Francisco Beltrão; e, entre 1970 e 2008, a mobilidade “paranaense” no interior do Paraná e para além das fronteiras estaduais como, para o Mato Grosso, Amazonas e Santa Catarina. Tal migração é compreendida numa perspectiva integradora, incluindo suas múltiplas dimensões (culturais, políticas e econômicas), propondo-se uma abordagem teórico-metodológica denominada aqui de transterritorialidade, que implica buscar entender o processo tenso, cambiante e ambivalente entre os lugares de origem e de destino na migração. Ano de publicação: 2012 R$: 40,00




TOMÉ, O APÓSTOLO DA AMÉRICA: índios e jesuítas em uma história de apropriações e ressignificações (Thiago Leandro Vieira Cavalcante)

Desde o início da conquista e colonização da América foi difundida a idéia de que o apóstolo Tomé teria vindo para o continente com o objetivo de pregar o evangelho aos indígenas. Ao que tudo indica o mito surgiu da junção entre um mito cristão e um mito indígena. Ao longo dos séculos XVI e XVII, com a chegada dos jesuítas, esse mito sofreu novas apropriações e ressignificações. Este trabalho analisa tais apropriações e ressiginificações, que foram cunhadas com a intenção de responder aos problemas específicos de cada momento histórico, e também se envereda para a discussão a respeito da racionalidade nativa. ANo de publicação: 2009 R$:30,00




TRANSFAZER O ESPAÇO: ensaios de como a literatura vira espaço e vice-versa (Jones Dari Göettert e Walter Marschner - Orgs.)

O trabalho reúne sete ensaios que versam sobre a relação entre Espaço e Literatura. Em cada um deles, narrativas literárias são “transfeitas” em prosas que articulam um espaço primeiro (da obra em análise) com um espaço segundo (do olhar do analista), desdobrando-se em um espaço terceiro (a “síntese” entre o primeiro e o segundo). Imagens e ritmos novos são “etnografados” produzindo conexões também novas, em um espaço rizomático perturbador porque completamente alheio às coordenadas espaço-temporais dominantes. Ano de publicação: 2011 R$:30,00




TRANSPORTES E FORMAÇÃO REGIONAL: contribuições à história do transporte no Brasil (Alcides Goularti Filho e Paulo Roberto Cimó Queiroz - Orgs.)

A história dos transportes no Brasil é um tema relevante em termos não apenas acadêmicos como também políticos. Vivemos um momento em que se discute no Brasil a implantação ou ampliação de diversas rotas e eixos viários – caso, por exemplo, das ferrovias Transnordestina, Norte-Sul e Ferroeste, das hidrovias Tietê-Paraná e Paraná-Paraguai e outras. Os autores reunidos nesta coletânea oferecem uma contribuição à problemática da integração de mercados regionais, encarada pela óptica da História Econômica e levando em conta também, entre outros aspectos, os importantes contornos políticos das diversas experiências e tentativas de integração – contornos esses associados, por exemplo, às ideias de “ocupação” e controle dos ditos “sertões interiores” do país. Ano de publicação: 2011 R$: 40,00. 1ª edição esgotada




TRANSPORTES E POLÍTICAS PÚBLICAS EM MATO GROSSO DO SUL (Lisandra Pereira Lamoso - Org.)

Uma coletânea produzida sob múltiplas dimensões teóricas e conceituais, que supera limitações disciplinares. Delimita o espaço sul-mato-grossense, na medida em que importantes determinações são explicadas a partir da articulação deste espaço com a lógica global em diferentes momentos históricos. São textos que reúnem rigor teórico em uma linguagem que convida para o diálogo todos os estudiosos que pautam suas discussões em temas como circulação e fluidez, transportes, políticas públicas de desenvolvimento, a questão da habitação, planejamento regional, economia e sociedade. Ano de publicação: 2008 R$:30,00




TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO COM HIPERATIVIDADE, MEDICINA E EDUCAÇÃO: encontros e desencontros (Warley Carlos de Souza)

O novo modelo de existência da juventude — no qual a tecnologia digital permite diversas conexões simultâneas — torna a velocidade a marca da existência na atualidade, inclusive da própria criança/educando. Tal afirmação fortalece as indagações que tomaram corpo para a constituição deste trabalho, sendo a principal delas a seguinte: como a família, a escola e o serviço médico têm se preparado para atuar com esse “novo” modelo de paciente, de aluno e de filho? Para refletir sobre tal pergunta, este livro foi dividido em três partes: na primeira, apresentam-se os princípios e critérios utilizados para a elaboração do laudo médico do TDA/H, buscando compreendê-los de forma mais completa; na segunda, destaca-se como as crianças diagnosticadas são pensadas no contexto escolar (para tanto, foram realizadas entrevistas e observações em sala de aula de professores que atuam diretamente com os educandos com TDA/H); na terceira parte, relata-se a observação de crianças diagnosticadas em suas relações familiares com o objetivo de saber em que medida o laudo interfere nessas relações. Esta obra apresenta-se, então, como a possibilidade de reflexão sobre o TDA/H sem negar a sua existência ou questionar as formas de atuação no contexto médico, escolar e familiar, lançando ainda a seguinte questão: é o referido transtorno uma invenção pedagógica ou um caso clínico? Ano de publicação: 2014 R$ 30,00




TRÂNSITOS DA VOZ: estudos de oralidade e literatura (Eudes Fernando Leite e Frederico Fernandes - Orgs.)

Que coisa é a voz? Esta é a pergunta que se faz, e assim a faz o medievalista Paul Zumthor, em sua incursão no mundo da vocalidade e da oralidade. Ainda na década de 1980, ele nos legitimou. Agora, muitos pesquisadores vêm se debruçando sobre o alcance e condições da voz em transmissão, e este livro compõe parte importante de um trabalho contínuo sobre as poéticas da voz, incluindo ideias de um mapeamento cultural. O trânsito, por sua vez, evoca processo e movimento e abre um leque de diversos pesquisadores que se ocupam de geografias presentes ou distantes, e de modos diversos de enfrentar o desafio proposto pelo tema. Ano de publicação: 2012 R$:40,00




UMA POÉTICA DO DESLIMITE: poema e imagem na obra de Manoel de Barros (Renato Suttana)

O presente ensaio se constitui numa leitura da poesia de Manoel de Barros, tomando como ponto de partida a noção de imagem poética. A perspectiva central é de que a imagem, situando a questão da linguagem no poema, remete a uma interrogação sobre as relações entre palavras e coisas, em uma semântica que se torna peculiar a toda a poesia do autor. Ao assumir o poema como objeto de uma prática onde se interroga o universo da linguagem, busca-se sobretudo perceber, na prática em questão, aqueles pontos onde seja possível – ultrapassando os limites de uma palavra acabada e fossilizada em suas possibilidades de nomear a experiência – pensar também as formas de uma superação. Ano de publicação: 2009 R$:30,00




UNIVERSIDADE E EDUCAÇÃO BÁSICA NO BRASIL: a atualidade do pensamento de Paulo Freire (Paulo Gomes Lima - Org.)

Paulo Freire é atual porque, mais do que nunca, como educadores, necessitamos revistar o status e o sentido de nossa ação interventiva na transformação social considerando a situação histórica da humanidade, as estruturas sociais, a vida política, a vida econômica, as concepções de educação e escola, o perfil necessário de um educador libertador, dentre outros. A educação, quer em sentido amplo, quer em sentido específico, é um processo social. Este texto se propõe a debater algumas de suas percepções aqui listadas recorrendo ao posicionamento de cada “leitor do mundo” quanto ao âmbito de equidade e justiça social que se quer para um mundo, cuja teoria social precisa ser transformada. Ano de publicação: 2012 R$:30,00




VIAJERAS ENTRE DOS MUNDOS (Sara Beatriz Guardia - Ed. e Comp.)

En la obra "Viajeras entre dos mundos", encontramos una nueva forma de mirar la historia de las mujeres. Decenas de historiador@s han aunado esfuerzos para visibilizar las mujeres en la vida cotidiana, política, social y cultural através de su pensamiento y escrita, donde acusan la existencia de un público lector ávido por memorias de testigos oculares de realidades pretéritas. Además de lo que sus percepciones registran, hay también en sus relatos compilaciones de otras fuentes (primarias y secundarias), material lingüístico, iconográfico, cartográfico y elementos de la tradición oral que componen el conjunto de la obra que presentamos. Ano de publicação: 2012 R$:40,00




CALENDÁRIO
UFGD - Unidade 1
Rua João Rosa Góes, 1761 - Vila Progresso, Cx. Postal 322 - CEP 79825-070
67 3410-2002

UFGD - Unidade 2
Rodovia Dourados - Itahum, Km 12 - Cidade Universitaria, Cx. Postal 533 - CEP 79804-970
67 3410-2001

Este Sítio Web é acessível via IPv6!