-A A +A
DOURADOS, 18 de Novembro 2016

Reitoria faz coletiva de imprensa sobre reintegração de posse

COMPARTILHE:

coletiva
Na tarde desta sexta-feira, a partir das 16h, a Reitoria da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) realizou uma coletiva de imprensa com os veículos de comunicação da cidade sobre a liminar de reintegração de posse emitida pelo juiz Moisés Anderson Costa Rodrigues da Silva.

Antes de responder às perguntas dos jornalistas, a Reitoria e a Procuradoria fizeram uma explanação sobre o assunto. O procurador federal da UFGD, Carlos Henrique Nitão Loureiro afirmou que a reintegração de posse foi um trabalho conjunto entre a Procuradoria Seccional Federal em Dourados e a Procuradoria Federal da UFGD, com a colaboração de todas as Pró-Reitorias e de servidores da Universidade que forneceram os elementos necessários para instruir a petição inicial.

Em seguida, o procurador fez o seguinte resumo da liminar: A partir do recebimento do documento de reintegração de posse, por meio de oficial de justiça, os ocupantes terão um prazo de 24h para saírem do prédio da Reitoria de forma voluntária. Caso não haja a desocupação voluntária, a Polícia Federal está autorizada a promover a desocupação. Também foi determinada uma multa diária no valor de R$ 1 mil que será paga pelo Movimento, caso ele persista em ocupar a Reitoria da UFGD. A liminar autorizou também a UFGD para que, caso seja necessário, seja feito o corte de energia elétrica, água e wifi, como instrumentos para forçar a desocupação. Além disso, foi instruída multa de R$ 1 mil se forem realizadas novas tentativas de ocupação, em qualquer imóvel pertencente ou locado pela UFGD. Esses locais estão cobertos pela liminar deferida pela tarde de hoje.

Sobre a desocupação, a reitora Liane Calarge disse que quer deixar bem claro que toda a negociação foi feita de forma harmônica e pacífica tanto por parte do Movimento quanto por parte da Reitoria, que não houve nenhum tipo de depredação no prédio e nenhum outro problema, exceto o evento de quinta-feira à noite, que causou temor no Movimento e a Reitoria. Dessa forma, a reitora acredita que a desocupação também seguirá neste sentido, pacífica e harmoniosa, e afirmou que o diálogo sempre vai estar aberto, que as demandas do Movimento, por mais diálogo e mais transparência foram encaminhadas em reunião realizada na manhã de hoje.

Com o atendimento da demanda de pauta local do Movimento, o vice-reitor afirmou que a expectativa por parte dele é de que a assembleia deliberasse para a saída de forma pacífica.

Por fim, a reitoria Liane Calarge acrescentou que, contra a PEC 55, o Conselho Universitário publicou Moção, foram enviados ofícios aos senadores da bancada de MS para que votem contra a PEC e que outra ferramenta de protesto é o evento que ocorrerá nesta segunda-feira, 21 de novembro, intitulado II Seminário sobre a Base Nacional Comum Curricular e a Reforma do Ensino Médio.
Depois dessas explicações iniciais, os jornalistas realizaram diversas perguntas e gravaram entrevistas.
 
 

GALERIA DE FOTOS

  • Giro UFGD
UFGD - Unidade 1
Rua João Rosa Góes, 1761 - Vila Progresso, Cx. Postal 322 - CEP 79825-070
67 3410-2002

UFGD - Unidade 2
Rodovia Dourados - Itahum, Km 12 - Cidade Universitaria, Cx. Postal 533 - CEP 79804-970
67 3410-2001

Este Sítio Web é acessível via IPv6!